PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Mauro: Jorge Jesus levou o controle remoto do 'tá mal, Arão' para Portugal

Do UOL, em São Paulo

20/09/2020 04h00

No início de trabalho do técnico Jorge Jesus no Flamengo no ano passado, viralizou um vídeo de jogo-treino do time rubro-negro em que o português gritava 'tá mal, Arão'. E um dos pontos que funcionaram no time multicampeão em 2019 foi a participação do volante. Mas na queda de rendimento do time, hoje comandado por Domènec Torrent, Willian Arão é um dos jogadores que não têm feito boas partidas.

No podcast Posse de Bola #57, Mauro Cezar Pereira chama a atenção para a queda de rendimento do jogador após a saída de Jorge Jesus e as falhas nos gols na partida em que o time que foi goleado por 5 a 0 para o Independiente Del Valle pela Libertadores na última quinta-feira.

"O Arão completamente distante do jogo. O controle remoto do 'tá mal, Arão' o Jesus levou embora lá para Portugal, ele voltou a ser aquele jogador indolente pré-Jesus, igualzinho, observem nos gols do Del Valle, o Arão chega atrasado, vem trotando", diz Mauro Cezar.

"Ele é um volante, ele tem que estar dividindo, ele tem que estar cobrindo, tem que estar acompanhando até o final a jogada, e não é só na altitude, tem acontecido também aqui embaixo. O que está havendo? Há mudança de comportamento, o jogador está desconcentrado, isso tem que ser corrigido entre várias outras coisas", completa.

Outra crítica de Mauro Cezar é a respeito da atuação do goleiro César. Ele afirma que o desempenho ruim do jogador mostra uma falha da diretoria em não ter buscado um reserva melhor para Diego Alves, que está lesionado, e que o outro jogador disponível para a posição ainda é muito inexperiente.

"O goleiro aceita tudo. Chutou, entra. Ele nem chega perto de defender, o César, nem chega perto. E aí é deficiência técnica mesmo, é um erro da direção por não ter buscado um goleiro mais confiável para ser o reserva do Diego Alves. E o outro menino a gente já viu contra o Bahia que não está pronto, um goleiro muito jovem e inexperiente", conclui.

Futebol