PUBLICIDADE
Topo

Sérgio Soares: Fui procurado por empresários para levar dinheiro com jogador

Do UOL, em São Paulo

09/09/2020 04h00

Técnico com passagens por diversos clubes como Athletico-PR, Bahia, Ceará, além do Santo André, Sérgio Soares revela que já sofreu diversas vezes assédio de empresários que ofereciam dinheiro para que ele solicitasse a contratação de jogadores e que chegou até mesmo a bloquear contatos em seu telefone devido à insistência.

Em entrevista ao programa Os Canalhas, com os jornalistas João Carlos Albuquerque e Rodrigo Viana, Sérgio Soares disse não compactuar com o envolvimento em esquemas na contratação de jogadores, mas que a abordagem dos empresários acontece com frequência.

"Você dentro da sua seriedade, você paga um preço, isso daí não tem como, é inevitável. O futebol tem muita coisa que você às vezes tem que fazer vista grossa para poder transitar. Eu continuo com a minha linha, sou um cara muito reservado em muitos aspectos, já fui procurado por alguns empresários para levar jogador e levar dinheiro, e não compactuo com isso", diz o treinador.

"Eu recebo muito bem nos clubes onde eu trabalho, então eu vivo do meu salário. Isso acontece, tem muita gente querendo fazer. Tem essa entrada, mas eu conheço inúmeros profissionais que são da minha linha também, que não aceitam esse tipo de situação, é uma situação totalmente desagradável, teve empresários que eu bloqueei meu telefone porque insistiam com esse tipo de situação", completa.

Sérgio Soares diz que os profissionais que entram no futebol e são abordados com propostas para lucrar com a contratação de jogadores precisam estar conscientes de que isso poderá prejudicá-los mais à frente.

"Sempre tem alguém que oferece, vai de você saber conduzir bem. Acho que essa é uma linha que você tem que carregar com muita seriedade porque amanhã ou depois isso fica depondo contra você", declara o treinador.

"Eu não sou dessa linha e alguns empresários que me procuraram nesse sentido sabem disso. A gente sabe que o que você ganha já é o suficiente, porque o clube te paga e te paga bem. Se o atleta me servir, ótimo. Se não servir, não vai ser nessa linha, não vai ser dessa forma que a gente vai conduzir as coisas, acho que isso é um dos exemplos que eu dou na questão da seriedade", conclui.

Os Canalhas: Quando e onde?

O programa Os Canalhas vai ao ar toda terça-feira, às 14h, em transmissão ao vivo, disponível na home do UOL ou nos perfis do UOL Esporte no Youtube e no Facebook e Twitter, com os jornalistas João Carlos Albuquerque e Rodrigo Viana entrevistando personalidades importantes do esporte brasileiro. Inscreva-se no canal Os Canalhas no Youtube para conferir mais de João Carlos Albuquerque e Rodrigo Viana.