PUBLICIDADE
Topo

Podcast

Posse de Bola

Programa semanal de futebol com Juca Kfouri, Mauro Cezar Pereira, Arnaldo Ribeiro e Eduardo Tironi


Posse de Bola #37: Messi e CR7 voltam, Jesus e Ceni falam. E o futebol daqui?

Mais Posse de Bola
1 | 25
Siga o UOL Esporte no

Do UOL, em São Paulo

15/06/2020 11h36

No podcast Posse de Bola #37, os jornalistas Arnaldo Ribeiro, Eduardo Tironi, Juca Kfouri e Mauro Cezar Pereira falam sobre a postura dos clubes brasileiros em relação aos reforços enquanto a bola está parada devido à pandemia do novo coronavírus, com os endividados Atlético-MG e Corinthians buscando contratações, enquanto os estáveis Flamengo e Palmeiras adotam a cautela, além da repercussão da live realizada pelo clube rubro-negro no estádio do Maracanã.

Para Juca Kfouri, a ida ao mercado pelo Atlético-MG e pelo Corinthians é perigosa e pode fazer com que os clubes se coloquem na mesma situação que o Cruzeiro se encontra hoje depois dos gastos feitos nos últimos anos e o rebaixamento ocorrido no Campeonato Brasileiro em 2019.

"Se querem fazer a trajetória do Cruzeiro, claro que podem. A insanidade no Corinthians, que eu conheço mais de perto do que a situação do Galo, é uma coisa digna da Sara Winter, que acaba de ser presa lá em Brasília, é uma doideira. É uma coisa absolutamente sem pé nem cabeça", diz Juca.

Mauro Cezar aborda a mudança no Flamengo em relação ao que o clube pretendia antes da paralisação do futebol e as questões financeiras ocasionadas da pandemia, como a contratação de um lateral direito na qual houve uma desistência do clube, e que não faz sentido os clubes seguirem contratando enquanto estão reduzindo salários de jogadores e técnicos.

"O Flamengo já avisou que não vai contratar mais, até porque já contratou muito. Mas ia contratar um lateral direito e a informação agora é que não vai contratar e a alegação, até uma pessoa do clube me disse outro dia isso, é que não tem sentido reduzir salário dos jogadores, negociar um salário com o técnico diferente daquilo que foi pedido inicialmente por ele e que foi até conversado num primeiro momento, por conta da pandemia, e agora você vai contratar um jogador. E não tem necessidade", afirma o jornalista.

As declarações do técnico Rogério Ceni a respeito do São Paulo, quando seria o momento para o retorno ao clube no qual foi ídolo, o Palmeiras se mantendo contrário ao retorno dos treinos, além da discussão sobre a permanência do futebol sem a liberação para que se possa treinar enquanto há flexibilização de quarentena e abertura de shoppings no estado também são temas deste episódio, que também comenta a volta do futebol na Espanha, com Lionel Messi em campo, e na Itália, com Cristiano Ronaldo, dois países que no início tiveram sérios problemas em relação à pandemia, com alto número de casos e mortes, antes do rígido controle adotado.

Posse de Bola: Quando e onde ouvir?

A gravação do Posse de Bola está marcada para segundas-feiras às 9h, sempre com transmissão ao vivo pela home do UOL ou nos perfis do UOL Esporte nas redes sociais (YouTube, Facebook e Twitter). A partir de meio-dia, o Posse de Bola estará disponível nos principais agregadores de podcasts.

Você pode ouvir o Posse de Bola em seu tocador favorito, quando quiser e na hora que quiser. O Posse de Bola está disponível no Spotify e na Apple Podcasts, no Google Podcasts e no Castbox . Basta buscar o nome do programa e dar play no episódio desejado. No caso do Posse de Bola, é possível ainda ouvir via página oficial do UOL e YouTube do UOL. Outros podcasts do UOL estão disponíveis em uol.com.br/podcasts.