PUBLICIDADE
Topo

Ex-zagueiro Oscar vê falta de liderança e concentração na seleção do 7 a 1

Mais Os Canalhas
1 | 25
Siga o UOL Esporte no

Do UOL, em São Paulo

04/06/2020 04h00

Maior derrota da seleção brasileira em uma Copa do Mundo, o 7 a 1 na semifinal de 2014 contra a Alemanha no Mineirão teve sua reprise no último domingo no Sportv e muitos ainda tentam entender como ocorreu essa situação com o país dono de cinco títulos mundiais. Para quem já esteve dentro de campo, como o ex-zagueiro Oscar Bernardi, eleito pelos internautas do UOL para a seleção brasileira de todos os tempos, faltou concentração e liderança dentro e fora de campo.

Em entrevista aos jornalistas João Carlos Albuquerque e Rodrigo Viana no programa Os Canalhas, Oscar, que era um dos líderes da seleção na Copa do Mundo de 1982, revela que viu o jogo sozinho e se incomodou com o comportamento da seleção brasileira desde a chegada dos jogadores no Mineirão, enquanto viu a Alemanha mais preparada para o jogo.

"Eu acho que o treinador na situação, ele fica até com vergonha, ele se acho que encolheu um pouco, demorou para sentir o efeito e quando viu, já não dava para fazer mais nada. Mas faltou liderança dentro de campo também. Os jogadores ali deixaram levar, não tinha líder ali para dar um grito. Precisava ter ali um grito, ter uma reação e ficaram parece que torcendo para o jogo acabar logo para perder de menos", afirma Oscar.

Detalhes que incomodaram Oscar foram desde a chegada dos jogadores da seleção brasileira até a homenagem dentro de campo a Neymar, que havia ficado fora depois de sair machucado nas quartas de final contra a Colômbia.

"Eu me lembro bem desse jogo, eu assisti o jogo sozinho, até antes da partida eu estava lá ligado assistindo sozinho o jogo, aí mostrou o Brasil chegando no Mineirão, aí descem os jogadores do Brasil, todos com fones desse tamanho (grande) no ouvido, para lá e para cá, totalmente desconcentrados, aí mostra a Alemanha, mostra a Alemanha chegando, os caras já vieram de shorts, de chinelo, já vieram de shorts, sem nada no ouvido, sério, não cumprimentou ninguém e foram para campo, ou seja, vieram preparados do hotel para o campo, para o Mineirão", afirma o ex-jogador.

"E eu acho que o Brasil veio desconcentrado para o jogo. Aí depois todo mundo dentro do campo, tirando fotografia com a faixa na testa "força Neymar", até o Felipão entrou na onda, colocou também "força Neymar" uma faixa, porque o Neymar não jogou, então veja, para o Brasil era, sei lá, um espetáculo, e eles vieram para o jogo, a verdade é essa", conclui Oscar.

Os Canalhas: Quando e onde?

O programa Os Canalhas vai ao ar toda semana em duas edições semanais, na terça-feira, às 14h, e na quinta-feira, às 18h, em transmissão ao vivo, ou gravado, disponível na home do UOL ou nos perfis do UOL Esporte no Youtube e no Facebook e Twitter, com os jornalistas João Carlos Albuquerque e Rodrigo Viana entrevistando personalidades importantes do esporte brasileiro. Inscreva-se no canal Os Canalhas no Youtube para conferir mais de João Carlos Albuquerque e Rodrigo Viana.