PUBLICIDADE
Topo

Presidente do Santos: "Um ídolo como Neymar não se processa"

Mais Futebol
1 | 25
Siga o UOL Esporte no

Do UOL, em São Paulo

20/05/2020 04h00

A discrepância de valores na venda de Neymar para o Barcelona, entre o valor oficial e a quantia paga ao Santos, complicou a relação entre o jogador e seu clube formador, que acionou a justiça durante a gestão de Modesto Roma contra o atacante e o Barcelona. Atual presidente do Santos, José Carlos Peres diz que foi um erro processar Neymar.

Em entrevista a João Carlos Albuquerque e Rodrigo Viana no programa Os Canalhas, Peres diz que o Santos jamais deveria acionar judicialmente um ídolo do clube como Neymar e cita uma reaproximação com o jogador nos últimos anos.

"Nós temos uma pendência e eu fico muito aborrecido com isso, mas o Modesto Roma que foi a última gestão, ele processou o Neymar e o Barcelona. E eu acho que tem uma regra, eu talvez esteja enganado, mas tem uma regra, você nunca deve processar ou colocar na justiça qualquer que seja a justiça, se é da Fifa, se é a brasileira, do judiciário brasileiro, não importa. Um ídolo como ele não se processa", diz Peres.

"Poderia processar, como estamos processando com razão, o time do Barcelona. Aquela transação foi estranha, teve um monte de coisas e a gente está pedindo uma indenização lá, mas eu estou louco para terminar esse processo, a primeira instância perdeu, nós recorremos — também tem uma questão estatutária, uma vez criada, você não pode abandonar", completa o dirigente.

Peres também defende o jogador em relação ao sentimento do torcedor santista de que Neymar teria lesado o clube. Ele diz que espera o fim do processo para uma relação mais próxima com o jogador, atualmente no Paris Saint-Germain.

"Eu estou louco que termine isso, bem ou mal, termine porque o Neymar tem que estar com o Santos, a torcida às vezes é ressentida 'o Neymar virou a cara', não, o Neymar nunca virou a cara para o Santos, o Neymar é apaixonado pelo Santos, então ele vai nas festas, ele fala do Santos", diz Peres.

Reaproximação na preparação para a Copa de 2018

O presidente santista também cita a aproximação durante o período de preparação da seleção brasileira para a Copa do Mundo de 2018, quando foi chefe da delegação e esteve em contato direto com Neymar.

"Ele melhorou muito a relação com a gente. Eu fui chefe da delegação da seleção brasileira agora nessa Copa. Fiquei lá em Londres, no centro de treinamento do Tottenham, e até a Áustria e da Áustria eu voltei para o Brasil, e eles seguiram para a Copa, aqui estava efervescendo o Santos, torcida tinha invadido o CT, então eu tiver que voltar, se não, teria ido até a Copa", diz Peres.

"No começo eu vi que existia um distanciamento, mas me aproximei para ele entender que há coisas que você não pode abordar até por uma questão, hoje lá na Fifa, o que acontece na Fifa? O Barcelona fala que o culpado é o Neymar e o Neymar fala que é o Barcelona", conclui.

Os Canalhas: Quando e onde?

O programa Os Canalhas vai ao ar toda terça-feira, às 14h, em transmissão ao vivo, ou gravado, disponível na home do UOL ou nos perfis do UOL Esporte no Youtube e no Facebook e Twitter, com os jornalistas João Carlos Albuquerque e Rodrigo Viana entrevistando personalidades importantes do esporte brasileiro. Inscreva-se no canal Os Canalhas no Youtube para conferir mais de João Carlos Albuquerque e Rodrigo Viana.

Futebol