PUBLICIDADE
Topo

Mauro: "São Paulo é atrasado na sua gestão, depende de vendas e é gastador"

Do UOL, em São Paulo

09/04/2020 12h00

O São Paulo tem um dos elencos mais caros do futebol brasileiro, com contratações de destaque nas últimas temporadas, como Daniel Alves, Juanfran, Pablo e Alexandre Pato. Mas agora com a parada devido à pandemia do novo coronavírus, o clube propôs uma suspensão salarial de 50% do valor de seus atletas, que proposta que não foi bem recebida por eles.

No podcast Posse de Bola #27, Mauro Cezar Pereira aborda a situação das finanças do clube paulista e critica a gestão do clube nos últimos anos, tendo como base a análise do Itaú/BBA feita pelo economista Cesar Grafietti.

"Um clube atrasado na sua gestão com relação a seus adversários, com queda de receita, dependente extremamente de vender jogador para tentar fechar conta, e gastador. Gastando com Trellez, com Jean, com Diego Souza, com Nenê, com Everton, que é bom jogador mas vive machucado, isso não é novidade, já se machucava no Flamengo, custou uma grana. Vários atletas ou de nível técnico duvidoso, Carneiro, ou então jogadores que tinham muitas lesões, ou já eram veteranos. E o São Paulo investiu nesse pessoal todo.", afirma Mauro Cezar.

"Não ganhou rigorosamente nada, título algum, aí de repente, capitaneados pelo Raí, ex-jogador — você vê que o fato de ser ex-jogador não quer dizer muita coisa quando você vira cartola— e o Raí vai lá e fala em reduzir o salário dos caras em 50%. Mas como é que é isso? Agora vamos reduzir? Agora o São Paulo quer equilibrar receita e despesa? Nunca esteve muito preocupado com isso. Algumas semanas já são o bastante para querer reduzir salário, mudar tudo? Não consigo entender, realmente não consigo compreender isso", completa o jornalista.

Para Mauro Cezar, a postura de querer a redução temporária dos salários é incompatível com um clube que gastou tanto e tem em seu elenco alguns dos jogadores mais bem pagos do futebol brasileiro, como Daniel Alves.

"É o clube que no ano passado fez a contratação em termos salariais mensais, pelo que consta, mais cara do futebol brasileiro, o Daniel Alves, jogador mais bem pago do Brasil. Ótimo jogador? Sem dúvida alguma. Mas quem faz esses investimentos, quem joga tão pesado no seu dia a dia há anos, não parece muito preocupado com receita e despesa, com ela balança bem equilibrada. Aí surge um problema mundial, a pandemia, 'opa, vamos agora resolver aqui reduzindo os salários dos caras'. Eu acho muito estranho", finaliza Mauro.

Posse de Bola: Quando e onde ouvir?

A gravação do Posse de Bola está marcada para segundas-feiras às 9h, sempre com transmissão ao vivo pela home do UOL ou nos perfis do UOL Esporte nas redes sociais (YouTube, Facebook e Twitter). A partir de meio-dia, o Posse de Bola estará disponível nos principais agregadores de podcasts.

Você pode ouvir o Posse de Bola em seu tocador favorito, quando quiser e na hora que quiser. O Posse de Bola está disponível no Spotify e na Apple Podcasts, no Google Podcasts e no Castbox . Basta buscar o nome do programa e dar play no episódio desejado. No caso do Posse de Bola, é possível ainda ouvir via página oficial do UOL e YouTube do UOL. Outros podcasts do UOL estão disponíveis em uol.com.br/podcasts.

Futebol