PUBLICIDADE
Topo

Piloto ferido em acidente na F2 melhora, mas continua em coma induzido

O piloto Juan Manuel Correa - Reprodução/Twitter
O piloto Juan Manuel Correa Imagem: Reprodução/Twitter

Do UOL, em São Paulo

13/09/2019 22h15

O piloto Juan Manuel Correa, que se envolveu no grave acidente em corrida Fórmula 2 no circuito de Spa-Francorchamps há duas semanas, permanece em estado de coma induzido, mas apresentou pequena melhora nos indicadores vitais. Os pais do piloto divulgaram um comunicado hoje sobre seu atual quadro.

"Juan Manuel permanece em estado de coma induzido com paralisia para que seus pulmões descansem o máximo possível. Continuando a ser assistido por uma máquina de oxigenação por membrana extra-corpórea, muitos dos principais indicadores vitais melhoraram um pouco, enquanto outros se deterioraram muito pouco. As infecções estão sob controle e os indicadores respiratórios permanecem estáveis e todos os sinais vitais continuam consistentes e estáveis", informou.

"Acreditamos na força e determinação de nosso filho, vemos a pequena melhora como uma indicação dele começando a virar a maré a seu favor, só precisamos que ele faça isso um pouco mais rápido. Os médicos continuam monitorando e trocando os curativos quando necessário e confirmando que as fraturas são múltiplas e graves. Cirurgias adicionais serão necessárias quando os pulmões de Juan Manuel melhorarem para um estado de segurança para os médicos", completou.

Eles também agradeceram as mensagens enviadas ao filho. Gostaríamos de agradecer a todas as pessoas que ligaram, enviaram mensagens de texto, enviaram e-mails e entraram em contato com a mídia social. Recebemos e lemos ou continuamos a ler e mostrar todas as mensagens para Juan Manuel. Suas mensagens o ajudam a lutar e nunca desistir. Este será o maior motivador de Juan Manuel quando ele recuperar a consciência. Convidamos fãs e amigos para continuar enviando mensagens de suporte via mídia social ou para Info@JMCorrea.com. Mais uma vez, obrigado pelo seu apoio".

No acidente, que ocorreu no dia 31 de agosto, o piloto Anthoine Hubert chegou a ser levado ao hospital, mas não resistiu.

Esporte