França luta para vencer a Áustria, mas Mbappé se machuca

Por Martyn Herman

DUESSELDORF, Alemanha (Reuters) - A França conseguiu a 100ª vitória do técnico Didier Deschamps no comando da seleção ao derrotar uma tenaz e bem organizada Áustria por 1 x 0 pela primeira rodada do Grupo D da Eurocopa nesta segunda-feira, mas Kylian Mbappé sofreu uma lesão preocupante.

Não foi de maneira alguma uma atuação excepcional, no entanto, e a França precisou de um gol contra do defensor Max Wöber, pouco antes do intervalo, para ficar com os três pontos. 

Mas, três anos depois de ser eliminada da Euro 2020 nas oitavas de final contra a Suíça, a França ofereceu evidências suficientes para sugerir que irá muito mais longe na Alemanha. 

Foi uma noite de sentimentos mistos para o capitão da França, Mbappé, ainda em busca de seu primeiro gol em uma Eurocopa e substituído no final da partida com suspeita de fratura no nariz. 

Em seu 80º jogo pelos Bleus, o ponta de 25 anos quebrou a resistência da Áustria aos 38 minutos, ao passar por três defensores e fazer o cruzamento que levou o azarado Wöber a cabecear contra seu próprio goleiro, Patrick Pentz.  

Mas Mbappé também perdeu uma chance clara de deixar as coisas mais confortáveis para sua equipe aos 9 minutos da etapa final, surpreendendo todo mundo no estádio ao chutar para fora após invadir a área e ficar na cara do goleiro. 

Ele acabou ensanguentado e machucado após chocar o nariz em um ombro nos minutos finais, antes de receber o cartão amarelo por ter sentado em campo pouco depois de voltar ao gramado após receber tratamento. 

Mbappé acabou substituído em um fim caótico da partida e havia uma preocupação óbvia com a gravidade da lesão. 

Deixe seu comentário

Só para assinantes