PUBLICIDADE
Topo

Fórmula 1

F1: organização do GP da Inglaterra teme protestos e faz apelo ao público

GP da Inglaterra liga alerta para possíveis manifestações - Ferrari
GP da Inglaterra liga alerta para possíveis manifestações Imagem: Ferrari

01/07/2022 15h54

A polícia britânica disse ter informações confiáveis de inteligência de que um grupo de manifestantes planeja interromper o Grande Prêmio da Inglaterra de Fórmula 1, em Silverstone, neste fim de semana, e emitiu um alerta preventivo hoje pedindo para que eles não se coloquem em risco ou coloquem os pilotos em situação de ameaça.

Com um público esperado de 400 mil pessoas para os três dias de evento no circuito que fica a 90 minutos de Londres, a corrida é um dos principais destaques esportivos do verão britânico, e já atraiu muitos manifestantes no passado.

Há dois anos, a polícia prendeu quatro pessoas após manifestantes exibirem uma faixa do grupo ativista 'Extinction Rebellion' durante o GP da Inglaterra. A corrida era fechada ao público por conta da pandemia de Covid-19.

Não será o caso no próximo domingo, com 142 mil espectadores e uma audiência televisiva global oferecendo um gigantesco palco para manifestantes em busca de visibilidade.

"Nós recebemos informações confiáveis de Inteligência de que um grupo de manifestantes planeja interromper o evento e possivelmente invadir a pista no dia da corrida", afirmou o comandante de eventos da polícia de Northamptonshire, Tom Thompson, em nota.

"Primeiramente, eu quero fazer um apelo direto a esse grupo de pessoas, e fazer um forte pedido para que não se arrisquem e não coloquem em risco os pilotos, autoridades de prova, voluntários e membros do público."

"Ir até uma pista de corrida é extremamente perigoso - se vocês forem adiante com esse plano inconsequente irão colocar vidas em risco."

Fórmula 1