PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Hamilton chega a 100 vitórias, mas há preocupações com motor em disputa pelo título

27/09/2021 11h33

Por Alan Baldwin

LONDRES (Reuters) - Lewis Hamilton retomou a liderança do campeonato de Fórmula 1 com sua 100ª vitória na Rússia no domingo, mas existem preocupações com o motor para a disputa do piloto da Mercedes pelo oitavo título, o que seria um recorde na F1.

O companheiro de equipe Mercedes, Valtteri Bottas, largou em 16º no grid em Sochi, depois de a Mercedes ter substituído alguns componentes do motor do seu carro.

Enquanto o finlandês está usando seu quinto motor, dois a mais do que o permitido sem penalidade, Hamilton ainda está dentro do permitido.

O chefe da equipe, Toto Wolff, disse que há "alguns pontos de interrogação" e decisões a serem tomadas em relação às unidades de motor, com as equipes Williams e McLaren, que usam o mesmo motor, também enfrentando problemas em Sochi.

"Estamos em uma fase de avaliação de como continuar nesta temporada em termos de motor", acrescentou o austríaco.

Para aumentar a preocupação, o rival de Hamilton pelo título, o piloto da Red Bull Max Verstappen, parece em boa forma para as sete corridas restantes, depois de ter um novo motor na Rússia e ainda terminar em segundo depois de largar em último.

O holandês de 23 anos está apenas dois pontos atrás de Hamilton, que pode ter que sofrer uma penalidade de motor até a corrida final da temporada em Abu Dhabi.

"Eu perdi um motor, o Valtteri vários", disse Hamilton a repórteres após a qualificação de sábado em Sochi, quando foram feitas perguntas sobre possíveis penalidades.

"Então, agora estou tentando tratar meus motores com cuidado absoluto quando estou dirigindo, em termos de quanto estou gastando... Mas quem sabe? Eu não posso controlar o futuro", acrescentou.

A preocupação para a Mercedes é que qualquer abandono, com a perda de 25 potenciais pontos, pode ser um golpe mortal para as esperanças de Hamilton.

Esporte