PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Hamilton coloca em suspenso novo acordo enquanto Mercerdes confirma Bottas

06/08/2020 20h23

SILVERSTONE, Inglaterra (Reuters) - O hexacampeão mundial da Fórmula 1 Lewis Hamilton disse nesta quinta-feira que se sentia desconfortável para negociar uma lucrativa extensão contratual com a Mercedes durante a pandemia de Covid-19, num momento em que a equipe confirmou que o finlandês Valtteri Bottas continua em 2021.

Hamilton ficará sem contrato no final do ano, mas deve ficar na atual equipe campeã já que não há outra alternativa tão competitiva na categoria.

"No fim das contas, honestamente, eu simplesmente não sinto que é a hora certa", disse o britânico a jornalista no 70º aniversário do Grande Prêmio da Inglaterra.

"Quando você pensa sobre tantas pessoas no mundo estarem perdendo seus empregos, pessoas que estão desempregadas, e aí sentar para negociar um grande contrato, não parece ser a coisa mais importante para a qual eu deva dedicar meu tempo neste momento."

A renovação de Bottas era esperada, uma vez que a campeã Mercedes deixava claro que pretendia manter o finlandês de 30 anos por uma quinta temporada consecutiva.

"Tenho confiança de que temos a melhor dupla de pilotos da F1 hoje e assinar com Valtteri é um primeiro passo importante para manter essa força no futuro", disse o chefe da equipe, Toto Wolff, em comunicado.

"Valtteri é um cara direto e trabalhador que tem um bom relacionamento com toda a equipe, incluindo seu companheiro de equipe, o que não é garantido quando os dois pilotos estão brigando pelo campeonato."

Hamilton tem 30 pontos de vantagem para Bottas na liderança do campeonato após quatro corridas. No domingo, Silverstone recebe um grande prêmio pelo segundo final de semana consecutivo.

"Estou na disputa pelo título este ano e ficar com a Mercedes me coloca na melhor posição possível para competir por ele na próxima temporada também", afirmou Bottas, vice-campeão em 2019.

(Reportagem de Alan Baldwin)

Esporte