PUBLICIDADE
Topo

Premiê do Japão diz que Olimpíada marca "nova era" no país

O primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, em discurso sobre a importância da Olimpíada de 2020, em Tóquio - Kim Kyung-Hoon/Reuters
O primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, em discurso sobre a importância da Olimpíada de 2020, em Tóquio Imagem: Kim Kyung-Hoon/Reuters

20/01/2020 16h41

Por Elaine Lies

TÓQUIO (Reuters) — Seis meses antes da abertura dos Jogos Olímpicos de Tóquio, o evento é um assunto inevitável no Japão — incluindo o discurso do premiê, Shinzo Abe, ao Parlamento nesta segunda-feira.

Normalmente um ato rígido que traça a política nacional, desta vez o discurso de Abe começou com uma evocação apaixonada da última vez que Tóquio sediou a Olimpíada, em 1964, orgulhosamente vista como uma marca do retorno do Japão ao cenário mundial após sua derrota na Segunda Guerra Mundial.

"A primeira transmissão ao vivo de uma Olimpíada. Com o mundo inteiro assistindo, o corredor final entrou no Estádio Nacional com a tocha olímpica na mão", disse Abe.

"Era um jovem de 19 anos de Hiroshima, nascido no dia em que a bomba atômica caiu, e sua corrida dinâmica mostrou que nossa nação havia se recuperado completamente dos bombardeios e, cheia de confiança e orgulho, proclamava ao mundo que o Japão estava embarcando em uma era de rápido crescimento."

Em um discurso no qual mencionou a Olimpíada e as Paralimpíada pelo nome mais de uma dúzia de vezes, Abe disse que os Jogos deste ano farão o mesmo por uma nação que, segundo ele, ficou adormecida após um longo período de estagnação econômica.

"Isso reunirá todo o povo do Japão para avançar junto em uma nova era", afirmou ele.

Ouça o podcast Posse de Bola, a mesa redonda do UOL sobre futebol, com Arnaldo Ribeiro, Eduardo Tironi, Juca Kfouri e Mauro Cezar Pereira.

Mais podcasts do UOL no Spotify, Apple Podcasts, Google Podcasts e outras plataformas.

Esporte