PUBLICIDADE
Topo

MMA


Dana White diz que UFC quer contratar mulher que brigou com ladrão

Dana White, presidente do UFC - Ethan Miller/Getty Images
Dana White, presidente do UFC Imagem: Ethan Miller/Getty Images

11/01/2020 14h02

O presidente do UFC, Dana White, planeja levar uma ex-funcionária da Best Buy que frustrou uma suposta tentativa de furto no Havaí para uma próxima luta do UFC em Las Vegas, e pode até contratá-la como funcionária, disse ele no Twitter na sexta-feira.

Imagens de câmeras de segurança que viralizaram mostram Summer Tapasa-Sataraka, de 24 anos, lutando contra um homem que tentava deixar uma loja com um alto-falante roubado. Ela usou os antebraços para bloquear a saída e derrubou o homem no chão, antes de ele sair de mãos vazias.

"Esta é Summer. Ela impediu esse "malandro" de roubar a Best Buy no Havaí... Ela foi demitida por isso. Vai voar neste fim de semana com ingressos para a luta McGregor vs Cowboy", disse White, referindo-se à luta de 18 de janeiro entre o irlandês Conor McGregor e Donald "Cowboy" Cerrone.

"Quero que ela trabalhe para mim! Prepare-se para o melhor fim de semana da sua vida, Summer."

Em uma publicação no Facebook no mês passado, Tapasa-Sataraka disse que tinha visto o homem roubar a loja antes e o observou tentando sair com o mesmo item novamente.

"Eu só fiquei pensando... hoje não!", escreveu ela sobre o confronto, que foi visto milhões de vezes online.

Ela acrescentou que já havia informado a Best Buy sobre seus planos de deixar a empresa antes do incidente e que não nutria maus sentimentos em relação à loja de eletrônicos.

Na sexta-feira, Tapasa-Sataraka republicou a oferta de White em sua página no Facebook e demonstrou estar emocionada.

(Reportagem de Rory Carroll, em Los Angeles)

MMA