PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Fifa se aproxima de restringir empréstimos e limitar taxas de agentes

25/09/2018 17h28

ZURIQUE (Reuters) - A Fifa se aproximou de uma reforma do sistema de transferências depois que um comitê-chave apoiou propostas para restringir empréstimos e limitar as taxas dos agentes, informou o órgão que comanda o futebol mundial nesta terça-feira.

O comitê com representantes de clubes, ligas, jogadores e associações nacionais também aprovou um plano para criar uma câmara de compensação para processar transferências, após uma reunião em Londres.

A Fifa disse que foi acordado que os empréstimos devem ser usados ​​para o "propósito de desenvolvimento do jovem em oposição à exploração comercial" e que deve haver um limite no número de empréstimos que cada clube pode fazer em uma determinada temporada.

O comitê também apoiou "novos e mais fortes regulamentos para os agentes", incluindo limites sobre quanto poderiam ganhar e quantas partes diferentes poderiam representar em uma determinada transação.

A Fifa disse que a câmara de compensação poderia "processar as transferências com o objetivo de proteger a integridade do futebol e evitar a conduta fraudulenta".

"Trouxemos todos à mesa e todos os principais atores da indústria entenderam que precisamos tomar medidas, levando hoje a esta proposta de reforma", disse o presidente da Fifa, Gianni Infantino, em comunicado.

"Este é um primeiro passo significativo para alcançar maior transparência ... e desenvolver um consenso sobre como lidar com a questão de agentes, empréstimos e outros aspectos-chave do sistema de transferência."

(Por Brian Homewood)

Esporte