PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Jovens Asensio e Belotti estarão sob holofotes em duelo entre Espanha e Itália

30/08/2017 18h47

FUT-ESPANHA-ITALIA-ASENSIOBELOTTI:Jovens Asensio e Belotti estarão sob holofotes em duelo entre Espanha e Itália

Por Richard Martin

MADRI (Reuters) - As seleções de Espanha e Itália são rivais antigas, mas quando retomarem essa rivalidade em um duelo crucial no sábado pelas eliminatórias da Copa do Mundo da Rússia, todos os olhos estarão sobre Marco Asensio e Andrea Belotti, dois jovens que revitalizaram as opções ofensivas de suas equipes.

O meia-atacante Asensio, de 21 anos, do Real Madrid, e o atacante Belotti, de 23 anos, do Torino, estavam ausentes quando a Itália eliminou a Espanha da Eurocopa do ano passado, mas desde então se tornaram dois dos jogadores ofensivos mais promissores da Europa.

As duas seleções ex-campeãs mundiais estão empatadas com 16 pontos na liderança do Grupo G da eliminatória e o vencedor do jogo de sábado estará em boa posição para vencer a chave e se classificar automaticamente para o Mundial, deixando o vice-líder na luta por uma vaga na repescagem.

Belotti é central para as esperanças italianas de sair vitoriosa do Santiago Bernabéu. Ele fez 26 gols para o Torino na temporada passada e anotou quatro vezes pela Itália nas quatro vezes que foi titular pelas eliminatórias.

Ele manteve o bom desempenho da temporada passada ao marcar na vitória por 3 x 0 sobre o Sassuolo no domingo, fazendo com que seu técnico Sinisa Mihajlovic afirmasse que o jogador vale 100 milhões de euros.

Asensio também já mostrou sua capacidade de marcar gols espetaculares. Ele voltou a fazer isso marcando duas vezes de fora da área no empate em 2 x 2 com o Valencia no domingo e já anotou quatro vezes nesta temporada.

Asensio também brilhou no Europeu sub-21 em junho, marcando três gols na partida de abertura contra a Macedônia e ajudou a Espanha a derrotar a Itália na semifinal, antes de os espanhóis serem derrotados na decisão pela Alemanha.

Uma aparição de 10 minutos contra Liechstenstein pela eliminatória no ano passado e dois amistosos são suas únicas apresentações pela seleção principal da Espanha, mas seu início galopante de temporada fazem com que seja apontado como um dos titulares para o jogo de sábado.

"Vamos tê-lo por muitos anos, mas ele merece facilmente ser titular agora", disse David Villa, maior artilheiro da história da seleção espanhola e que foi novamente convocado para defender a equipe.

Esporte