Sesi Araraquara domina final e conquista Liga Sul-Americana

O Sesi Araraquara é o campeão da Liga Sul-Americana de Clubes de basquete feminino em 2024. Neste domingo (16), o time dirigido pelo técnico João Camargo não encontrou dificuldades para vencer o Aguada, do Uruguai. O título começou a ganhar forma após um segundo quarto avassalador: 23 a 10. Daí em diante, a armadora Débora, campeã dos Jogos Pan-Americanos Lima-2019 pela seleção brasileira, e suas companheiras administraram a liderança e se consagraram com o triunfo por 87 a 69.

A ala/pivô Emanuely foi a maior pontuadora e jogadora mais eficiente do Sesi Araraquara na final. A camisa 11 terminou a partida com 22 pontos e 21 de efetividade. Além dela, mais quatro atletas do time brasileiro alcançaram dois dígitos na pontuação. A ala/pivô Vitória Marcelino contribuiu com 16, a pivô Josefino, com 13, a ala Jaqueline, com 12, e a pivô Érika, com dez. Josefino finalizou o confronto com duplo-duplo, ajudando também com 13 rebotes.

A cestinha do jogo foi a ala/armadora Agustina Marin, do Aguada. A jogadora argentina anotou 28 pontos. No aspecto coletivo, o Sesi Araraquara dominou os rebotes com 20 a mais (59 a 39) e nas assistências, com dez de vantagem (21 a 11). Nos arremessos, as maiores diferenças foram nas bolas de três pontos, com 12 convertidas contra cinco e aproveitamento de 35,29% a 23,81%, e nos lances livres, com eficiência das brasileiras de 90,48% contra 74,07% das uruguaias.

Campanha do título

O Sesi Araraquara integrou o Grupo A da Liga Sul-Americana de basquete feminino. Na primeira rodada, as atuais campeãs da Liga de Basquete Feminino (LBF) venceram o Ambato Soldiers, do Equador, por 83 a 53. No segundo compromisso, as comandadas de João Camargo Duas bateram com facilidade a Universidad de Chile, por 75 a 47. No terceiro desafio, diante do Felix Perez, do Paraguai, a equipe brasileira perdeu por 80 a 75, avançando para a fase semifinal como segundo colocado da chave.

Entre os quatro melhores da competição, o Sesi Araraquara venceu o Obras Sanitárias, da Argentina, por 59 a 50 e garantiu vaga na decisão. Na semifinal da Liga Sul-Americana, o time paulista começou vencendo no primeiro quarto por 18 a 15. Mas, o clube argentino se atordoou e, no segundo quarto, a experiente pivô Érika e suas companheiras fizeram 21 a 10. Então, o que eram três pontos de vantagem, se tornaram 14.

Já no terceiro período, os pontos ficaram empatados: 11 a 11. E por fim, no último quarto, em um gás final, o Obras abriu uma vantagem de cinco pontos, que terminou 14 a 9. Mas, mesmo diminuindo a diferença, não foi o suficiente. O grande destaque do Sesi Araraquara na semifinal da Liga Sul-Americana foi a ala/armadora Sossô, que fez 17 pontos, além de contribuir também com seis rebotes e quatro assistências.

Deixe seu comentário

Só para assinantes