Pepê Gonçalves tem erro na final e fica em quarto na Polônia

Neste domingo (16), teve a disputa do caiaque-cross na etapa de Cracóvia, na Polônia, da Copa do Mundo de canoagem slalom. O melhor resultado brasileiro veio na competição masculina, onde Pepê Gonçalves chegou até a final, mas terminou em quarto lugar. No feminino, Omira Estácia foi a melhor brasileira, na 16ª colocação.

Pepê Gonçalves começou o dia com um nono lugar na tomada de tempo com 54s38 para garantir a vaga no mata-mata. Nas oitavas de final, o brasileiro venceu sem problemas a sua bateria para avançar de fase. Nas quartas de final, Pepê ficou em segundo lugar, atrás apenas do francês Mathurin Madore se classificando para a semifinal.

Na semifinal, uma bateria complicada para o brasileiro. Após um início embolado, Pepê Gonçalves chegou a ficar na última colocação. Mas usando com propriedade as portas de remonta, ele ganhou duas posições para avançar à sua segunda final da temporada. Na hora da decisão, o brasileiro fez um bom início de prova e estava em terceiro lugar, brigando pela segunda posição. Mas na última porta de remonta, Pepê teve um problema para contornar a baliza e acabou tendo que repetir o movimento, ficando para trás. Assim, ele terminou a prova na quarta posição. O ouro ficou com Martin Dougoud, da Suíça. O checo Vit Prinds foi o segundo colocado, enquanto o francês Mathurin Madore levou o bronze.

Ana e Omira caem nas primeiras rodadas

Na competição feminina, o Brasil teve duas representantes: Ana Sátila e Omira Estácia. Ana foi a 23ªcolocada na tomada de tempo com 61s41. Mas nas oitavas de final, ela teve uma falta, sendo eliminada da competição. Mesmo com o resultado ruim no caiaque-cross, o saldo da etapa é positivo para Ana Sátila, já que ela saiu com a prata na canoa, nessa que é a última etapa do circuito mundial antes da Olimpíada.

Omira Estácia fez um tempo de 62s91 para ficar em 27º lugar na qualificação. Nas oitavas de final, ela ficou em segundo lugar na sua bateria, para avançar de fase. Mas, nas quartas de final, Omira teve dificuldade para ultrapassar uma baliza de remonta, ficando em último lugar e sendo eliminada da disputa.

Na final, a vitória foi da australiana Jessica Fox, que dominou essa etapa da Copa do Mundo e levou o ouro nas três provas femininas. A checa Tereza Knebloca e a britânia Kimberley Woods completaram o pódio.

Deixe seu comentário

Só para assinantes