Bernardinho comemora vitória sobre o Irã e fala sobre sequência

O Brasil conquistou sua segunda vitória consecutiva na Liga das Nações de vôlei masculino, ao derrotar o Irã por 3 sets a 1 (25/19, 22/25, 25/16 e 25/23), na madrugada desta quinta-feira (06), em Fukuoka, no Japão. Ao final do duelo, o técnico Bernardinho fez comentários sobre a partida e comemorou o resultado, apesar da equipe verde-amarela ter vivido momentos de instabilidade ao longo do jogo.

"O time iniciou bem. Estava bem no saque, colocando pressão no time do Irã. No segundo set, tivemos algumas falhas contra um time que jogava solto, sem tanta responsabilidade. Dominamos o terceiro set, e no quarto voltamos a errar um pouco, e eles também tiveram méritos. Mas o importante foi a vitória, mais uma para continuar perseguindo o nosso primeiro objetivo da temporada, que é classificar para a fase final, na Polônia", falou Bernardinho.

Com o resultado, o Brasil chegou à quarta vitória em seis jogos na VNL. Foram dois triunfos na primeira semana e outros dois na segunda (está invicto na etapa). Agora, a equipe terá dois compromissos seguidos: enfrentará a Eslovênia, nesta sexta-feira (07), e em seguida, duelará contra a Polônia, no sábado (08). Ambos os jogos acontecerão às 03h30 (horário de Brasília).

"Serão três jogos em dias seguidos, e é impossível jogar os três com a mesma formação. Temos que rodar o time, então vamos fazer mudanças de novo amanhã. A partir de agora, já começamos a pensar na Eslovênia. É um time que está invicto, vem jogando muito bem e vai se classificar para os Jogos Olímpicos", falou Bernardinho, que já anunciou que o ponteiro Leal e o central Lucão estarão fora do duelo contra a Eslovênia.

Novidades

Desde que retornou à seleção brasileira, Bernardinho tem promovido uma rotatividade na equipe e ainda não repetiu uma escalação por dois jogos consecutivos nesta VNL. Além do lado estratégico, o treinador precisou mexer na equipe por conta da lesão do levantador Bruninho, que sofreu um estiramento leve na panturrilha esquerda, e foi cortado da segunda etapa. Em seu lugar, foi chamado Matheus Brasília, que estreou contra o Irã.

"Foi especial. Estreia na VNL com uma vitória, acho que coroa tudo isso. A gente trabalha e busca sempre o triunfo. Foi um bom jogo, nós oscilamos no segundo set e acabamos vacilamos, mas faz parte da evolução. Que bom que consegui vir e ajudar a equipe. Que a gente siga sempre nessa crescente até o final", disse Brasília, que entrou na inversão do 5x1 ao longo do jogo, substituindo Cachopa.

Com a ausência de Bruninho, também houve uma outra estreia nesta Liga das Nações: o ponteiro Lucarelli assumiu o posto de capitão da equipe pela primeira vez. "Foi uma emoção muito grande ali no início, mesmo sabendo que só foi por uma lesão do Bruno, mas foi bem legal. Depois, nada mudou muito. Acho que o mais importante era ficar concentrado no jogo", disse ele, que marcou 11 pontos.

Central de destaque

Outro nome de destaque do dia foi o central Isac, que foi titular ao lado de Lucão e teve papel fundamental na vitória. Ele foi o segundo maior pontuador da equipe, com 13 acertos. Foram nove pontos de ataque, um de bloqueio e três de saque, em um bom aproveitamento. Foi apenas a segunda vez que ele começou jogando nesta Liga das Nações, após o duelo contra a Argentina.

Continua após a publicidade

"É importante que, quem jogasse hoje, fizesse uma boa partida. Porque é um jogo muito importante para seguirmos no campeonato. Tivemos um momento de baixa no segundo set após um primeiro set em que conseguimos botar muita pressão no Irã. Depois, conseguimos voltar para o jogo, errando menos e fazendo eles jogar também. Apesar dos altos e baixos, mantivemos um nível bom para sair com a vitória", disse Isac.

Deixe seu comentário

Só para assinantes