PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Hélio dos Anjos desabafou sobre mau momento da Ponte Preta

Esporte News Mundo (redacao@esportenewsmundo.com.br)

05/07/2022 08h30

Hélio dos Anjos treinando a equipe

“É o trabalho mais dificil da minha carreira”, assim qualificou Hélio dos Anjos, treinador da Ponte Preta. O comandante da equipe alvinegra desabafou na última entrevista coletiva cedida após o empate em 0 a 0 contra a Tombense no estádio Moisés Lucarelli, Hélio aproveitou para contar sobre seu momento na carreira, suas desavenças com alguns empresários e alguns jogadores que estão afastados.

Hélio contou o que acha necessário para a permanência na Série B.

? Eu tenho uma preocupação grande. Não é fácil fazer campanha de recuperação na Série B. A gente precisava estar com pelo menos 20 pontos agora. Isso cria instabilidade no trabalho, para quem comanda, para os comandados. A gente vai apertando a corda no pescoço. Independentemente de continuar na Ponte no futuro, esse ano é muito difícil para a Ponte.

SIGA O ESPORTE NEWS MUNDO NAS REDES SOCIAIS. FACEBOOKTWITTER E INSTAGRAM

Após receber vaias no final da partida, o treinador aproveitou para defender seus jogadores.

? Não acontece o gol, e você tem que escutar da torcida que o time é sem vergonha. Em hipótese alguma esse time é sem vergonha. Sem vergonha é o que não se dedica. Eles trabalham muito. A Ponte está começando a ficar do jeito que acho certo agora, com a saída de alguns jogadores, a chegada de outros ? completou.

Passagem pela Ponte

O comandante da Macaca fez um balanço da sua passagem na equipe até agora, com apenas três vitórias em 20 jogos, e definiu o trabalho como o mais difícil da carreira.

? Vou falar com toda a sinceridade. Cheguei à conclusão essa semana. É o trabalho mais difícil que peguei na minha carreira. Peço desculpas às pessoas que estão envolvidas aqui. Eu estou vendo um processo de estabilização, não tenho que externar aqui, mas, nesses cinco meses, estou convivendo com um dirigente super atuante na Ponte e tenho visto os absurdos em relação à Ponte – disse.

Críticas

O treinador direcionou suas criticas para os empresários do futebol brasileiro

?  Virou moda para colocar um jogador na Ponte ter que trazer três. Essa semana eu indiquei um jogador da primeira divisão e bloqueei o empresário dele, posso mostrar publicamente se for o caso. Ele me ofereceu A, B e C, mas eu queria outro jogador. […] De empresário eu posso falar o que quiser. Não devo um tostão para empresário, empresário não me emprega. Tenho 38 anos de futebol e nunca comi na mão de empresário. Sou radicalmente contra.

Hélio ainda aproveitou para “cutucar” o lateral Guilherme Santos, jogador afastado desde o Paulistão e que entrou na justiça cobrando a recisão de contrato.

? Tem jogador que chegou, afastamos e está entrando na Justiça contra a Ponte. Porque não serve para trabalhar comigo, não serve para jogar na Ponte. Tudo que puder fazer para amenizar os problemas na Ponte, eu vou fazer ? Finalizou o treinador.

Hélio dos Anjos aproveitou a coletiva de imprensa para debater sobre alguns pontos levantados durante a temporada e também para projetar o que é necessário para a permanência na Série B.

A Ponte Preta volta a campo no dia 07 de Julho, contra o CSA e luta para se recuperar na competição.

Futebol