PUBLICIDADE
Topo

Futebol

CBLOL Academy 2022: Pain se mantém dominante enquanto Rensga afunda mais na tabela

Esporte News Mundo (redacao@esportenewsmundo.com.br)

04/07/2022 22h28

Pain Academy CBLOL 2022

Com uma tabela totalmente embolada, com seis equipes tecnicamente empatadas empatadas, o Pain continuou dominante na sua caminhada em campanha quase perfeita enquanto a Rensga mostrou capacidade, mas não conseguiu reagir na competição.

Para saber mais informações sobre o CBLOL e CBLOL Academy, siga o Esporte News Mundo no TwitterFacebook e Instagram.

Miners x Flamengo Los Grandes

  • MNG: Gwen, Wukong, Zoe, Twitch e Lulu
  • FLA: Jax, Trundle, Azir, Ezreal e Leona

Triplekill nas mãos de um Jax! Nada resume melhor o início de jogo que colocou o Flamengo dominante na partida após uma luta perfeita na disputa do primeiro Arauto da partida.

A partir daí só deu Flamengo. Sabendo utilizar com maestria a vantagem adquirida logo no início, SuperCleber impactou o jogo inteiro, ajudou a garantir a Alma da Montanha para sua equipe e se tornou o maior pesadelo da equipe da Miners.

E ao empurrar a rota inferior enquanto sua equipe puxava a Miners para o Barão, o Jax demoliu as estruturas da base e abriu espaço para a vitória tranquila do Flamengo.

Rensga x LOUD

  • RNS: Sett, Olaf, Azir, Aphelios e Renata Glasc
  • LLL: Gangplank, Volibear, Viktor, Kalista e Amumu

Com uma agressividade que buscou o jogo desde o nível um, a Loud levou a fio a ideia da sua composição e partiu pra cima de uma Rensga que precisava de certo tempo para crescer.

Com a vantagem nas mãos, a Tropinha dominou o mapa, abrindo caminho em todas as rotas e garantindo todos os Dragões da partida. A Rensga ainda ensaiou uma reação, mostrou capacidade e e mentalidade para buscar a partida e conseguiu até um bônus de Barão.

Mas a vantagem estava muito grande para a equipe da Loud. Mesmo após perder algumas lutas, a tranquilidade que Beenie e Vahvel deram na rota inferior para Makes crescer com seu Gangplank fizeram a diferença, e a Loud conseguiu recuperar o pouco que tinha perdido das rédeas da partida e partiu para a vitória.

RED Kalunga x KaBuM!

  • RED: Gnar, Wukong, Viktor, Jinx e Leona
  • KBM: Yone, Viego, Azir, Ezreal e Amumu

A KaBuM! começou o jogo buscando abates em boas jogadas em grupo mas viu uma Red totalmente focada nos objetivos neutros do mapa. Ainda que os confrontos de rota fossem desfavoráveis, a Matilha soube se unir em volta dos objetivos para construir sua condição de vitória.

Mortheus foi o grande carregador da partida para a equipe da Red com sua Jinx, mas só teve espaço para fazer isso por conta dos sacrifícios de niN, que jogou sozinho e em desvantagem o jogo inteiro, e de Telas, que protegeram a equipe de forma impecável.

Com o controle dos três primeiros dragões da partida, a Red teve na Alma do Oceano o seu ponto de vitória. A KaBuM! ainda conseguiu atrasar a Alma, mas a composição da Red já tinha crescido demais. Garantindo o quarto Dragão, a Red teve maior controle sobre as lutas até a vitória.

paiN Gaming x FURIA

  • PNG: Jayce, Trundle, Zoe, Seraphine e Nautilus
  • FUR: Wukong, Xin Zhao, Sylas, Zeri e Soraka

A partida teve um inicio de jogo lento, sem muitas movimentações até os nove minutos. Com uma composição de poke que ainda não estava causando grandes estragos, a Pain foi para uma luta perdida pelo primeiro arauto.

Mas com uma composição capaz de segurar o jogo, a Pain conseguiu se recuperar e deixar a partida igualada aos 20 minutos ao passo que a FURIA mostrava nervosismo nas busca de aumentar a sua vantagem.

E numa chamada em que Zemnas foi mais longe do que podia para iniciar a luta, a equipe da Pain mais uma vez conseguiu responder a investida, reverter a batalha e eliminar toda a equipe da FURIA partindo para o GG.

INTZ x Liberty

  • ITZ: Gwen, Volibear, Lissandra, Zeri e Yummi
  • LBT: Sejuani, Trundle, Corki, Lucian e Nami

Com uma composição muito agressiva e capaz de dominar o mapa, a INTZ conseguiu vantagem em todas as suas rotas ainda muito cedo no jogo, mas acabou deixando os primeiros objetivos neutros do jogo para a equipe adversária.

Com as duas equipes acumulando recursos de maneiras diferentes, o jogo ficou equilibrado, e cada luta que acontecia era definida por qual equipe conseguia encaixar melhor sua composição.

No fim, com as duas bases já abertas, o Dragão Ancião definiu a partida. Mesmo após perder sua Nami, a Liberty tentou forçar o objetivo, Soweto conseguiu roubar e a INTZ venceu a luta final e partiu para a vitória.

Futebol