PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Milan organiza a diretoria para poder investir em reforços

Esporte News Mundo (redacao@esportenewsmundo.com.br)

02/07/2022 09h00

Atual campeão do Campeonato Italiano, o Milan está em busca de reforços para se manter no topo da tabela da competição nacional na próxima temporada. Com os principais clubes já em movimentações por novidades, os italianos não querem ficar atrás e já começaram a organizar a diretoria para investir em jogadores. O clube anunciou oficialmente as renovações de Paolo Maldini (Diretor Técnico) e Frederic Massara (Diretor Esportivo), que serão responsáveis por buscar opções.

Com a certeza de mais tempo de trabalho pela frente, os dois profissionais agora vão mapear o mercado, além de receberem indicações da comissão técnica para buscar jogadores. Stéfano Pioli, que está no comando da equipe desde a temporada 2019/20, já fez a tradicional avaliação de final de temporada e entregou aos responsáveis pelo clube.

Siga o Esporte News Mundo no TwitterInstagram e Facebook

Antes de investir em novos jogadores, o Milan também tem a necessidade de se desfazer de algumas peças. Jogadores que não serão utilizados por Pioli já foram autorizados a buscar novos clubes e alguns já até se desligaram oficialmente da equipe italiana devido ao final do vínculo. Tendo pela frente a disputa da Liga dos Campeões, o Milan quer fazer uma campanha mais positiva do que a última participação, quando sequer passou da fase de grupos.

Além de buscar novas peças no mercado, Maldini e Massara também estarão responsáveis pela manutenção de jogadores importantes. Neste sentido se encontra o atacante português Rafael Leão. Na temporada passada, o jogador de 23 anos fez 42 jogos, marcou 14 e contribuiu com 12 assistências, se transformando em um dos principais nomes da equipe na conquista do Campeonato Italiano.

O destaque de Rafael Leão, além das convocações para a seleção portuguesa, o fazem ser alvo de alguns clubes do futebol europeu. O Milan já recebeu ofertas oficiais pelo atleta, mas não pretende negociá-lo. Rafael Leão tem contrato com o clube italiano até 2024 e uma multa rescisória avaliada em 150 milhões de euros (cerca de R$ 828 milhões na cotação atual).

Futebol