PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Golden State Warriors tem baixas importantes para a próxima temporada

Esporte News Mundo (redacao@esportenewsmundo.com.br)

01/07/2022 19h04

Golden State Warriors Campeão

O elenco campeão da NBA terá que remontar a equipe após perder peças importantes para a conquista. Com a grande valorização dos jogadores de rotação dos Warriors, e com o limite salarial apertado por conta dos grandes contratos de Stephen Curry, Klay Thomson, Andrew Wiggins e Draymond Green (que juntos já alcançam o limite salarial de $124 milhões), os gerentes da equipe precisarão encontrar novas peças que possam suprir a rotação da equipe na próxima temporada.

Gui Santos se prepara para a Summer League visando uma vaga na equipe principal dos Warriors para a NBA.

Gary Payton II foi o jogador mais valorizado até agora a sair dos Warriors após o final do contrato. O ala armador defensivo, que chegou a pedir para integrar a equipe técnica dos Warriors por não ver oportunidade de entrar no plantel, irá para o Portland Trail Blazers com um contrato de $28 milhões (R$149 milhões na conversão atual) em três anos. Payton fez temporada excelente, com boas atuações nos playoffs tendo um aproveitamento de 65,9% em seus arremessos de quadra.

Já o ala Otto Porter Jr. fechou um contrato de dois anos (segundo ano opcional para o jogador), ainda sem valores divulgados, com o Toronto Raptors. Terceira escolha geral do Draft de 2013, Porter teve boa campanha na equipe californiana, tendo médias de 8,2 pontos e 5,7 rebotes em 46,4% de aproveitamento em arremessos.

Juan Toscano-Anderson também deixa os Warriors, mas continuará na Califórnia, no Los Angeles Lakers. Com um contrato não muito diferente do que encontraria numa renovação com os Warriors, o jogador de 29 anos viu a oportunidade de ter maior relevância numa equipe que esta tentando se reestruturar ao redor de LeBron James e Anthony Davis como algo positivo a sua carreira. Anderson não teve grandes chances na rotação dos Warriors durante a temporada que o colocou na história como o primeiro jogador de descendência mexicana a vencer a principal liga de basquete do mundo, e essa movimentação mostra a vontade do jogador de buscar maior relevância na liga.

Quarta baixa da equipe, Nemanja Bjelica está de saída para a Turquia para defender novamente o Fenerbahçe num acordo de dois anos. Reserva durante toda a temporada, Bjelica perdeu espaço durante os playoffs, principalmente para a entrada de Jordan Poole e Gary Payton II, sendo utilizado nas séries finais muito mais no Garbage Time do que no restante da partida. Escolhido no Draft de 2010, Bjelica só entrou na liga americana em 2015, indo para o Minnesota Timberwolves. Ele ainda passou por Sacramento e Miami, sem muito sucesso, antes de jogar nos Warriors.

Mas não só de derrotas viveu o Golden State Warriors nesse início de Free Agency. O pivô Kevon Looney, escolha número 15 dos Warriors no Draft de 2015, renovou com a equipe com um contrato de $25,5 milhões (R$135 milhões na conversão atual) pelos próximos três anos. Titular durante toda a temporada, principalmente por conta das baixas de James Wiseman e Draymond Green, Looney teve uma campanha de playoffs inesquecível. Entregando incríveis 7,6 rebotes por jogo, Looney tomou conta do garrafão do Warriors, sendo peça chave para a corrida da equipe até o título.

Todos os contratos dos Warriors que estão em vigor, tirando o de Andrew Wiggins (que pode sair da equipe por conta do limite salarial), são de jogadores escolhidos no Draft pela equipe. Stephen Curry, Klay Thompson, Draymond Green, Jordan Poole, Moses Moody, Jonathan Kuminga e James Wiseman são pratas da casa e podem ter os outros três e escolhidos este ano: Gui Santos, Patrick Baldwin Jr. e Ryan Rollins como novos companheiros para a próxima temporada. Contando com Wiggins e as escolhas do Draft, a equipe tem 11 jogadores e precisa de no mínimo mais três para chegar ao mínimo da liga.

Futebol