PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Veja quem pode entrar na vaga de Luiz Henrique, vendido pelo Fluminense

Esporte News Mundo (redacao@esportenewsmundo.com.br)

28/06/2022 06h30

Despedida é muito triste para todas as partes, mas os objetivos terão que ser seguidos. Isto acontece com Fluminense e Luiz Henrique. O jovem se despediu do Tricolor em último jogo diante do Botafogo e vai para o Real Betis, da Espanha. Agora, os dois vão seguir seus rumos, mas de maneira separada. O clube terá que arrumar uma peça passa substituir o jogador, e o técnico Fernando Diniz terá algumas opções.

Matheus Martins mostrou competência nos últimos jogos que pode tomar posição. Contra o Avaí, fez seu primeiro gol no Maracanã pelo profissional. O atacante soma 10 jogos pelo time profissional, a metade sob o comando de Fernando Diniz. A polivalência do camisa 37 foi elogiada pelo treinador e é um forte indício de que o jogador pode ser titular.

A outra opção seria colocar Willian Bigode. Porém, o atacante não conseguiu engrenar boa fase no time do Fluminense e perdeu a sequência de jogos. Para manter a mesma característica de jogo, um atleta com mais agilidade, como Matheus Martins, se encaixaria melhor. Talvez atuar mais centralizado pode ser uma alternativa para voltar a brilhar.

Mais uma alternativa que pode ser utilizada pelo Diniz é a utilização do atacante Alan, recém-contratado pelo Fluminense e revelação do clube. Nesses 12 anos fora do país, Alan atuou pelo meio e pelos lados do campo. No entanto, a maioria dos jogos jogou como um segundo atacante, se aproximando do centroavante para aproveitar algumas sobras. Tem bom controle de bola, velocidade e finalização que pode ajudar a equipe. Ele ainda não pode estrear por conta das documentações.

+ Luiz Henrique se declara ao Fluminense e promete: ‘Um dia eu volto’

John Kennedy, outro Moleque de Xerém, pode ser opção para jogar na posição de Luiz Henrique. Apesar da habilidade e técnica, o jogador não tem tanta explosão como do seu companheiro. Além disso, tanto na base, como nos jogos que tem entrado, atuou mais centralizado, substituindo o artilheiro Germán Cano.

Outra modificação é colocar Caio Paulista. O atacante conseguiu sequência no time, mas como lateral-esquerdo. Caso isso aconteça, o camisa 70 passaria atuar em sua função de origem, e Pineida ou Cris Silva voltariam a ganhar chance no time novamente. Caio tem as mesmas características de Luiz Henrique, porém ainda é bastante questionado pela torcida.

A última que não pode ser descartada é a de Marrony. O atacante já está acertado com o Fluminense, mas tudo depende do Midtjylland, da Dinamarca, para fechar com o clube tricolor. Caso o desfecho encerre com a contratação, o jogador também vira opção. Na base do Vasco, Marrony se destacou como ponta-direita. Em 2018, teve suas primeiras oportunidades no time profissional do clube, já sendo usado no lado esquerdo do ataque.

O primeiro jogo sem Luiz Henrique será contra o Corinthians, no sábado, às 16h30, no Maracanã, pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro. Diniz terá quatro dias para definir o substituto do novo jogador do Real Betis.

Futebol