PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Diniz parabeniza postura da equipe, mas lamenta chances desperdiçadas

Esporte News Mundo (redacao@esportenewsmundo.com.br)

26/06/2022 19h58

O Fluminense venceu o Botafogo por 1 a 0, neste domingo (26), no Estádio Nilton Santos, pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro. Ao final da partida, o técnico Fernando Diniz concedeu entrevista coletiva, em que elogiou a postura da equipe mesmo depois de abrir o placar, mas criticou os erros de finalização que poderiam ter deixado o placar "mais justo", em relação ao que foi apresentado no jogo.

Siga o Esporte News Mundo no TwitterInstagram e Facebook.

"O Fluminense fez um grande jogo, divido também as próprias dificuldades que o Botafogo impôs. A gente acabou dominando a posse desde o início do jogo, mas especialmente no segundo tempo, isso ainda foi mais preponderante. Concordo que poderíamos ter finalizado um pouco melhor em alguns lances, mas a equipe está de parabéns. Jogar um clássico que você tem praticamente 80% de posse e não cedemos quase nada de contra-ataques para o Botafogo, acho que temos que elogiar ao máximo o time. A gente sabe que no futebol a coisa mais difícil que tem é jogar contra linha baixa, e a mais fácil é marcar em linha baixa. Então o Fluminense todos os méritos. Fizemos o gol, mas criamos outras chances, tivemos volume de escanteio, chute, finalização. Acho que o resultado de 1 a 0 não traduz o jogo de nenhuma forma", comentou Fernando Diniz.

O treinador comentou o episódio de apedrejamento do ônibus do Fluminense na chegado ao Nilton Santos. O veículo em que estavam os jogadores, comissão técnica e membros da diretoria foi atingido próximo a uma das janelas por um objeto arremessado por um torcedor do Botafogo. Ninguém ficou ferido. Nas imagens que circulam nas redes sociais não é possível identificar a pessoa. Ainda na gravação é possíveis ver a polícia lançando spray de pimenta em direção aos torcedores.

+ Arias elogia partida do Fluminense e comemora a sequência de vitórias: "Eufórico"

"A gente lamenta, não porque foi no ônibus do Fluminense, isso não deve acontecer em nenhum jogo, jamais deveria acontecer. É lamentável, acredito que não tenha participação de ninguém do Botafogo, foi um fato isolado, mas enquanto isso tem a possibilidade de acontecer, talvez a gente precise de algumas medidas de segurança. Não esperar acontecer o pior para poder tomar alguma iniciativa. A gente deu muita sorte porque pegou na coluna do ônibus, se pega no vidro, talvez tivesse machucado alguém com alguma gravidade. É lamentável esse fato", enfatizou Diniz.

Por fim, o comandante tricolor foi questionado sobre a ausência de Nonato na próxima partida. O volante assumiu a titularidade nos últimos jogos, depois de uma ótima atuação vindo do banco no jogo contra o América-MG. Neste domingo, o jogador também se destacou no meio-campo do Fluminense com boas ações ofensivas. Apesar da ausência confirmada, Diniz disse que vai observar os treinos da semana para escolher um substituto.

"Temos a semana para pensar bem, temos jogadores qualificadíssimos para colocar no lugar do Nonato, aproveitar para fazer um grande elogio ao Nonato, que fez uma bela partida, especialmente no segundo tempo. Mas a gente vai arrumar solução, nós temos gente para colocar no lugar. Temos um grande adversário no fim de semana e vamos nos preparar bem para entregar o melhor", finalizou Fernando Diniz.

Futebol