PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Barbieri fala em "novo espírito" após empate com Goiás, em semana de eliminação na Libertadores

Esporte News Mundo (redacao@esportenewsmundo.com.br)

28/05/2022 20h39

Na tarde deste sábado (28), o Red Bull Bragantino enfrentou o Goiás, no estádio da Serrinha, em Goiânia. Em confronto válido pela 8ª rodada do Campeonato Brasileiro, o jogo acabou empatado por 1×1. Gols de Artur pelo Braga e Nicolas pelo Esmeraldino. Com o resultado, as equipes permanecem na segunda metade da tabela, contudo, fora da zona de rebaixamento. O Massa Bruta está há sete jogos sem conquistar uma vitória em Brasileiro e Libertadores. É a pior sequência do time desde a chegada da Red Bull.

Após a bola parar de rolar em Goiânia, o treinador Mauricio Barbieri, falou sobre o empate. 

“Nós nos comportamos bem, fizemos um jogo maduro, especialmente no primeiro tempo. No segundo tempo tivemos muitas possibilidades de definir o jogo em situações de contra-ataque, o jogo estava aberto, faltou a gente ser mais eficiente nessas bolas. O Goiás veio na base da ligação direta, o gol reflete bem isso. No final faltou um pouco de equilíbrio e de perna para conseguirmos a virada. O empate fora de casa não era o que a gente desejava, mas é uma retomada, já vi um outro espírito, vi uma outra dinâmica, acho que é importante a gente voltar aos trilhos novamente”. Falou o treinador após o 1×1.

Siga o Esporte News Mundo no InstagramTwitterFacebook e Youtube.

Ele também criticou a arbitragem, segundo o técnico do Massa Bruta houve falta no gol e o árbitro inverteu as faltas depois do 1×0 do Braga. 

“Pra mim tem falta no Cleiton antes [do gol], mas é uma política deste árbitro, ele inverte todas as faltas quanto tem um adversário ganhando. É a possição dele, não adianta eu reclamar, queria que a comissão de arbitragem tomasse alguma providência, não é a primeira vez. Jogamos recentemente contra o Ceará lá em Fortaleza e foi a mesma coisa. A gente tava ganhando de 1×0 e aí não tinha mais falta pra nós”. Reclamou. 

Para o treinador, o aspecto mental foi um ponto importante e determinante para a eliminação na Libertadores. 

“Conversamos especialmente sobre a parte mental, acho que foi isso que fez a diferença para não ter conseguido os resultados que a gente tinha condições de conseguir. Sabemos da grandeza das equipes que enfrentamos, da dificuldade. A nossa avaliação final é que tínhamos potencial para ir mais longe e sempre estivermos fisicamente bem preparados, taticamente conseguimos equilibrar os adversários, conseguimos ser competitivos. Efetivamente deixamos a desejar no aspecto mental, foi uma coisa que conversamos bastante e é uma coisa que precisamos alinhar. Hoje foi um começo, mesmo não sendo o resultado que a gente queria”. Definiu sobre a eliminação da Libertadores.

+ Quem é Fabio Matias o novo treinador do Sub-23 do Red Bull Bragantino

+ Red Bull Bragantino sai na frente, mas Goiás arranca empate pelo Brasileirão

O próximo jogo do clube é na terça-feira, 31, quando joga pela Copa do Brasil, contra o mesmo Goiás, só que em Bragança Paulista no Nabi Abi Chedid. O jogo é às 21h30, válido pela volta do confronto, na ida o Braga venceu por 2×1 fora de casa.

Futebol