PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Felipão celebra classificação e bom início no Athletico: "Não me sinto velho"

Esporte News Mundo (redacao@esportenewsmundo.com.br)

26/05/2022 23h23

O Athletico venceu o Caracas (VEN) na noite desta quinta-feira (26) pelo placar de 5 a 1. A goleada garantiu a classificação rubro-negra na 2ª colocação do grupo, atrás do Libertad (PAR) com a liderança sendo decidida por apenas um gol de diferença no saldo das equipes. Após a partida, o treinador do Athletico, Luiz Felipe Scolari, o Felipão, exaltou a dificuldade do feito de seu grupo e contou como tem sido seu início em Curitiba.

Para saber tudo sobre a Copa Conmebol Libertadores da América, siga o Esporte News Mundo no TwitterFacebook e Instagram.

Primeiramente falando sobre a classificação para as oitavas de final da Libertadores da América, Felipão disse que a meta principal, a classificação, foi atingida. O treinador ainda explicou que a pressão pelas vitórias, na situação que se encontrava o Athletico precisando vencer os dois jogos finais da fase de grupos, atrapalha os jogadores no desempenho em campo. Também foi citada por Felipão a ínfima diferença de um gol de saldo, que decretou o Libertad líder do grupo B, e segundo Scolari, também não é positivo passar esse pensamento para o campo.

? Infelizmente faltou um gol. Essa falta de um gol, se vai para dentro de campo, atrapalha. Por que todo mundo vai querer fazer aquele bendito gol, mas quem tem que fazer (o gol) é o Athletico. Acho que poderíamos, nos últimos dez minutos, ter ampliado, mas essa situação atrapalhou. – explicou o treinador.

+ | ATUAÇÕES ENM: NOTAS E DESTAQUES DA GOLEADA ATHLETICANA NA LIBERTADORES

Questionado sobre seu início de trabalho no Athletico, Felipão rasgou elogios ao clube, dizendo que “é uma pena eu ter vindo trabalhar só agora aqui no Athletico”, e ainda brincou com o seu bom humor desde que chegou em Curitiba.

? Até a minha esposa diz isso (sobre estar alegre no Athletico). É um projeto que me foi passado pelo nosso presidente (Mario Celso Petraglia) que eu vejo todo dia os treinos das categorias de base, vejo como eles (atletas da base) vão almoçar, vejo a organização do que está sendo feito para que eles tenham uma cultura. Uma série de detalhes que são o projeto do Athletico, e fico feliz por estar participando disto. – revelou.

+ | ATHLETICO CRITICA “LIBRA” E CITA PREMIER LEAGUE COMO MODELO DE LIGA

Sobre a adaptação do elenco ao seu modo de trabalho, Felipão disse que a aceitação, entendimento e confiança dos atletas com a comissão técnica permitiu o resgate do que, para ele, sempre foi o Athletico: “pegada, disciplina tática, vontade”. Para Scolari esse entendimento dos atletas desperta “uma vontade de acertar” que melhora gradativamente o Athletico.

? Fico feliz porque eu trabalho com meninos. Eu vejo que eles estão ansiosos por receberem algo mais, alguma coisa de conhecimento, e eles também veem em mim uma pessoa mais velha, que já vivenciou várias situações na vida e no futebol que pode lhes passar alguma coisa de benéfico. Eu conheço alguma coisa de futebol e eu conheço principalmente características de jogadores. Se eu tiver um bom grupo, a gente consegue alguma coisa.

+ | STJD APLICA PUNIÇÃO AO ATHLETICO E TORCEDOR POR INJÚRIA RACIAL

Felipão ainda demonstra preocupação com Marlos, que não deve ser opção para a partida contra o Cuiabá pelo Brasileirão no domingo (29). O camisa 10 foi substituído pouco tempo depois de ter entrado na partida, com problemas na panturrilha. Marlos desde que voltou da Ucrânia não conseguiu ter uma boa sequência de minutos em campo, mesmo demonstrando muita qualidade técnica. A pouca presença se deve por conta da parte física, mas também pela forte competição no ataque athleticano. Com um possível afastamento por lesão, é provável que o meia de 33 anos tinha ainda mais problemas para se firmar no time.

Futebol