PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Mariano diz que ter decisões em casa é importante, mas lembra situação de 2021

Esporte News Mundo (redacao@esportenewsmundo.com.br)

24/05/2022 18h15

Mariano Foto: Pedro Souza/Atlético

O Atlético-MG entra em campo nesta quarta-feira, contra o Tolima, pela Copa Libertadores, já classificado para a próxima fase da competição. A briga do Galo agora é para ficar bem posicionado e ter a vantagem de decidir o máximo de jogos em casa na segunda parte do torneio.

Sobre essa possibilidade, o lateral Mariano ressaltou que gosta de ter as decisões em seus domínios. No entanto, o ala lembrou que em 2021, quando na própria Libertadores teve a oportunidade de garantir acesso para a próxima fase diante de seu torcedor, vacilou e foi desclassificado pelo Palmeiras.

“É uma vantagem boa, mas depende sempre do primeiro jogo. Tivemos, como você disse, Copa do Brasil decidindo fora de casa e na Libertadores decidimos em casa e na Copa do Brasil fomos campeões e na Libertadores eliminados. Depende, eu prefiro decidir em casa, com apoio da torcida, e espero que a gente consiga esse objetivo. O primeiro foi alcançado, já estamos classificados, agora é brigar pela melhor classificação geral. Uma vitória é sempre importante, mas temos que buscar o nosso melhor”, ressaltou o atleta.

O momento da lateral direita do Atlético é interessante: uma das poucas vezes que os dois atletas da posição, Mariano ou Guga, estão em grande fase e brigam pela posição. Em 2020, Guga se destacou e ganhou a vaga, já em 2021 Mariano foi o titular de Cuca. Agora, ambos tiveram oportunidades e agarraram. Mariano, porém, ressalta que a direita alvinegra não tem “dono”.

“Acho que a palavra dono é não é a palavra certa. Como a gente deixou claro: temo sum elenco bom, forte, que ganhou campeonato na temporada passada. Não só no caso da minha posição, mas nas outras também. É difícil falar isso, não tem dono, os jogadores não jogam sozinhos. Ele precisa dos companheiros para alcançar as vitórias e ser melhor em suas posições. Estamos trabalhando, não só eu, o Guga também, para o bem do clube, para nós ganharmos. Nas outras posições também é assim”, finalizou.

Futebol