PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Vagner Mancini lamenta pontos perdidos pelo América-MG: 'Infelizmente cedemos o empate no final'

Esporte News Mundo (redacao@esportenewsmundo.com.br)

22/05/2022 01h40

O América-MG recebeu, neste sábado (21), o Botafogo em jogo válido pela sétima rodada do Campeonato Brasileiro. Apesar de ter saído na frente a equipe mineira acabou cedendo o empate já nos minutos finais de partida. O treinador americano, Vagner Mancini, falou, em coletiva, sobre o sentimento da equipe após o resultado:  

– Não tenha dúvida que sim (este empate tem gosto de derrota). Estávamos vencendo até o final do jogo, mesmo a gente reconhecendo que foi um jogo muito equilibrado, onde o América foi melhor no primeiro tempo e o Botafogo foi melhor na segunda etapa. A gente chegou muito perto da vitória. Então isso, de certa forma, deixa a gente um pouco chateado, mas é o futebol. Temos que saber assimilar isso – disse Vagner Mancini.

O treinador também analisou a partida, que teve dois tempos distintos. Vagner Mancini reconheceu a superioridade da equipe carioca no segundo tempo.

– A partida foi muito equilibrada até 20 minutos (do primeiro tempo). Dos 20 até o intervalo o América teve um volume muito interessante. Perdeu varias oportunidades de gols, fez o seu gol, inclusive. Na segunda etapa encontramos um Botafogo com a postura diferente. Eu senti o Botafogo, na segunda etapa, com mais força física nos momentos decisivos e a minha ideia era não substituir os cinco, pois estavam encaixados e eu não queria estragar aquilo que estávamos fazendo em campo. Vínhamos sofrendo, mas suportando bem. Porém, infelizmente, acabamos cedendo o empate no final – argumentou Vagner Mancini.

Para saber tudo sobre o América-MG, siga o Esporte News Mundo no TwitterFacebook e Instagram.

Vagner Mancini comentou sobre a equipe americana não conseguir segurar o resultado. Isso mesmo diante das boas atuações do time mineiro nos últimos jogos.

– Nos falta a competência de conseguir segurar o resultado que é favorável. Eu não vejo isso como um erro muito grande. Vejo isso como uma assimilação que tem que acontecer dentro de um jogo de futebol. Hoje a gente sofre um pouquinho nos jogos. Sofremos no jogo na Colômbia no meio de semana e sofremos hoje, também, muito porque nós estamos com um elenco reduzido de jogadores que podem entrar em campo. Então o cansaço não é só físico, ele passa a ser mental também. E, quando você tem que decidir alguma coisa, final de jogo você tem que estar com a cabeça fresca e não tem acontecido isso pela sequência exaustiva da equipe. É uma situação que precisa melhorar e eu acho que vai melhorar quando tivermos o retorno de alguns atletas pra que a gente possa ir dando descanso a todos eles – finalizou Vagner Mancini.

Futebol