PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Ceni lamenta empate contra o Corinthians e explica as mudanças que fez no time

Esporte News Mundo (redacao@esportenewsmundo.com.br)

22/05/2022 20h45

Ceni

Neste domingo (22), o São Paulo enfrentou o Corinthians, na Neo Química Arena, pela 7ª rodada do Campeonato Brasileiro. O Tricolor entrou em campo precisando de uma vitória contra o rival para assumir a liderança da competição. Com isso, o clube foi para cima na etapa inicial, dominou e abriu o placar com Calleri. No entanto, o segundo tempo foi muito diferente e o time acabou sofrendo o empate e duelo terminou empatado em 1 x 1. Após o confronto, Rogério Ceni falou sobre o resultado do Majestoso.

- Quando está na frente do placar, normalmente sai frustrado. Quando sai atrás, principalmente fora de casa, torcida adversária, sai feliz. A gente sai chateado porque até os 35 tínhamos a vitória. No minuto 46, 47, tivemos a melhor oportunidade de fazer o segundo gol e sair feliz daqui. Não saímos felizes com o 1 a 1, porque estávamos na frente do placar – disse o treinador.

Além disso, o treinador explicou as mudanças que fez no time no intervalo, quando tirou Reinaldo, Igor Vinicius e Luciano, para colocar Patrick, Rafinha e Eder. Além disso, Ceni mudou a formação do time e saiu de um esquema com três zagueiros e colocou uma linha de quatro, o que gerou reclamações dos torcedores. Afinal, o time vinha muito bem na etapa inicial.

– Para nós era mais conveniente, Jô com Arboleda, Willian e Renato Augusto mais por dentro, não jogavam abertos. Nossos alas batiam com os alas dele. Quando entra Adson e Willian, na minha cabeça a linha de quatro encaixa mais a marcação com eles abertos. Igor Vinicius o forte é ir à linha de fundo, para construir por dentro, o Rafinha constrói melhor – analisou Ceni.

+ Para saber tudo sobre o São Paulo, siga o Esporte News Mundo no Twitter, Facebook e Instagram

Para o treinador apesar de não ter feito um grande segundo tempo o São Paulo merecia ter saído vitorioso por ter criado mais chances do que o Corinthians.

– O empate não é justo, era pra gente conseguir a vitória, mas no futebol tudo pode acontecer. Não é um resultado ruim, mas viemos para ganhar. Tivemos chances de matar o jogo e mostramos que podemos brigar por coisas importantes"- finalizou o técnico.

Por fim, o São Paulo agora volta a campo na próxima quarta-feira (25), quando enfrenta o Ayacucho, pela última rodada da fase de grupos da Sul-Americana 2022. Já classificado para as oitavas, o Tricolor apenas cumpre tabela contra o clube peruano.

Futebol