PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Opinião: O Barcelona finalmente voltou ou é preciso ter calma?

Esporte News Mundo (redacao@esportenewsmundo.com.br)

18/05/2022 19h28

Barcelona

É evidente que o Barcelona vive um dos momentos mais trágicos de sua história. Foram duras eliminações, goleadas e falta de títulos expressivos. Uma posição totalmente diferente que o clube esteve na última década, na Era Guardiola. Com algumas mudanças da diretoria nos últimos meses, o torcedor blaugrana passou a ver com bons olhos o futuro do clube. Mas isso já foi o suficiente para o velho Barça ter voltado?

+ Para saber tudo sobre Futebol Internacional, siga o Esporte News Mundo no Twitter, Facebook e Instagram

A partir da chegada de Ronaldinho Gaúcho no clube, vieram títulos, Lionel Messi, Iniesta, Xavi e a grande base da seleção espanhola, campeã do mundo, em 2010, na África do Sul. O Barcelona conquistou absolutamente todos os títulos que disputou, inclusive o sexteto inédito em 2009. Com os grandes títulos do clube, conquistados por jogadores da La Masia, em sua maioria, o Barcelona passou a ganhar mais dinheiro, mas não soube administrá-lo. E foi aí que começou o colapso blaugrana. A diretoria passou a contratar jogadores com altos valores de mercado, além dos escândalos de corrupção, gasto com altos salários e comissões para empresários. Com isso, a dívida do clube se tornou bilionária.

Isso refletiu em duras eliminações na Champions, que não é conquistada desde 2015; saída de jogadores importantes, como o trio MSN (Messi, Suárez e Neymar); diminuição na qualidade do elenco e, consequentemente, queda da competitividade nos torneios. Com a saída de Koeman, que deixou o clube muito criticado, chegou um antigo ídolo: Xavi, agora como treinador, para salvar o Barça.

O Barcelona ‘mudou da água para o vinho’ com a chegada de Xavi. O time voltou a vencer grandes jogos, golear seu principal rival, o Real Madrid, em pleno Santiago Bernabéu, avançar na Europa League e subir na tabela da La Liga. Mas, como em quase todo começo de trabalho, as oscilações acontecem, e o time passou a perder jogos consecutivos. Com isso, vieram eliminações e críticas. Atualmente, o Barça conseguiu se classificar para a Champions League da temporada 2022-23, objetivo que estava ameaçado no começo da La Liga, já que, com Koeman, o time se encontrava na 9ª colocação. O Barcelona terminou o campeonato espanhol em 2º lugar, em uma incrível arrancada.

Com a tentativa da nova diretoria de resgatar os tempos de glórias do clube, é preciso ter calma, pois um processo de reconstrução é lento e delicado. Xavi melhorou a equipe, mas não é só do técnico que os grandes clubes são formados. A administração assertiva é essencial para a manutenção de bons elencos, que trazem competitividade ao clube, e assim, títulos. O treinador espanhol precisa fazer parte do projeto nas próximas temporadas, para que o Barcelona volte com os grandes títulos, que acostumaram seu torcedor na última década. E após anos de duros momentos, o caminho do Barça parece estar se clareando. O ‘barcelonismo’ voltou, está voltando ou foi apenas um momento de euforia que deu certo? A resposta será feita pelo próprio clube nas próximas temporadas.

Futebol