PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Newcastle quer superar barreira dos 100 milhões de euros em reforços, diz jornal

Esporte News Mundo (redacao@esportenewsmundo.com.br)

29/01/2022 10h41

O Newcastle foi o clube que mais mudou o seu poderio financeiro nos últimos meses e virou um verdadeiro “novo rico” no futebol devido ao acerto com o grupo de investimento saudita. No entanto, a janela de transferência de inverno está chegando ao fim e o clube ainda não conseguiu jogadores de primeiro nível. No entanto, o jornal “The Telegraph” garantiu que os ingleses ainda projetam ultrapassar os 100 milhões de euros (apeoximadamente R$ 598 milhões na cotação atual) na busca por reforços.

Até o momento, a equipe do técnico Eddie Howe recebeu dois jogadores: o lateral Kieran Trippier e o atacante Chris Wood. Ambos assumiram a vaga na equipe titular, mas ainda é pouco para o objetivo de tirar a equipe da zona de rebaixamento. Neste sentido, o Newcastle vem negociando com mais três atletas, sendo o brasileiro Bruno Guimarães o mais consolidado entre eles.

Siga o Esporte News Mundo no TwitterInstagram e Facebook

A expectativa é de que um acerto entre as partes aconteça até o final da janela de transferências (31 de dezembro) e Guimarães, que atualmente defende o Lyon, da França, tenha a sua primeira oportunidade na Premier League. Além da questão financeira, que já foi aceita pelos franceses, o Newcastle vem contando também com a vontade de Bruno Guimarães atuar no futebol inglês.

Com o acordo muito próximo de acontecer, o Newcastle já enviou representantes e uma junta médica a Belo Horizonte, aonde o jogador está a serviço da seleção brasileira na disputa das Eliminatórias da América do Sul para a Copa do Mundo. A imprensa do Reino Unido acredita que essa transferência deve chegar ao valor de 87,5 milhões de euros (R$ 525 milhões).

Para fechar o ciclo de contratações na atual janela de transferências, a diretoria do Newcastle ainda trabalha com outros dois nomes: o atacante do Arsenal Eddie Nketiah e o zagueiro Dan Burn, do Brighton. Os dois seriam importantes para trazer mais opções ao técnico Eddie Howe buscando, pelo menos, tirar o Newcastle da zona de rebaixamento. Uma queda de divisão neste momento seria muito ruim para o processo que vem sendo construído no clube.

Inicialmente a ideia do Newcastle era ter Jesse Lingard, do Manchester United. O clube chegou a cogitar a possibilidade de um empréstimo, mas o valor pedido pelo United não agradou à diretoria do Newcastle. Desta forma, os dirigentes acabaram recusando uma investida pelo atleta e foram em busca de outras opções.

Futebol