PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Medvedev e Nadal passam sem muitas dificuldades por Tsitsipas e Berrettini e estão na final do Australian Open

Esporte News Mundo (redacao@esportenewsmundo.com.br)

28/01/2022 12h54

#4 Stefanos Tsitsipas x #2 Daniil Medvedev: 6/7 (tiebreak 5/7) 6/4 4/6 1/6

Daniil Medvedev está na final do Australian Open pela segunda temporada consecutiva ao bater o Stefanos Tsitsipas por 3 sets a 1 parciais de 6/7 (5/7) 6/4 4/6 1/6 em 2h30 na Rod Laver na madrugada desta sexta-feira (28).

Essa foi o segundo ano consecutivo que o russo elimina o grego em Melbourne Park e avança para disputar o título. O primeiro set foi bastante equilibrado com os dois lados cometendo poucas falhas, 12 erros não forçados ao todo, e aproveitamentos acima de 70% no primeiro saque. Medvedev teve quatro chances de quebra de serviço, mas o grego se segurou bem.

No tiebreak, Tsitsipas abriu 4 a 1 com um erro não forçado de backhand do russo. Mas no serviço, o segundo melhor do mundo usou de uma de suas principais armas para igualar o marcador em 4 a 4 com um winner de forehand. Medvedev ainda cometeu uma dupla falta no 5 a 5, mas conseguiu voltar para o game e fechar em 7 a 5.

Tsitsipas começou melhor o segundo set e logo de cara quebrou o serviço de Medvedev com uma direita vencedora. O grego com um ace e erro não forçado do adversário sustentou a quebra e chegou a abrir 3 a 1. O russo devolveu a quebra no sexto game com duas vantagens para o atual campeão do US Open fechando em quase 6 minutos com um erro não forçado do adversário, virando na sequência.

Atrás do placar, o grego deu o troco no game seguinte e conseguiu a quebra num nono game impecável com duas duplas faltas de Medvedev. No último game, Tsitsipas abriu 40 a 15, cedeu o empate mas garantiu o set no erro não forçado do russo, 6-4.

O terceiro set foi bem parelho com nenhum dos dois conseguindo a quebra até Medvedev aumentar o ritmo no último game. Com dois winners e um erro não forçado de Tsitsipas, ele abriu 40-0, o grego descontou, mas em outro erro não forçado o set foi para a conta do russo devolvendo o 6-4.

O quarto set foi relâmpago para Medvedev. Em games definidos rapidamente, o russo conseguiu duas quebras e abriu rapidamente 5 a 1. Com o serviço para definir a partida, o cabeça de chave número dois contou com um erro não forçado do grego e três winners seguidos de backhand para fechar o jogo em 24 minutos, 6-1.

Siga o Esporte News Mundo no TwitterInstagram Facebook.

#7 Matteo Berrettini x #6 Rafael Nadal: 3/6 2/6 6/3 3/6

Em 2h55, Rafael Nadal despachou Matteo Berrettini por 3 sets a 1 parcias de 6/3 6/2 3/6 6/3 e está em sua 29° final de Grand Slam, sexta no Australian Open, e enfrentará o russo Daniil Medvedev que passou por Stefanos Tsitsipas na primeira semifinal. O espanhol com o triunfo chegou a impressionante marca de 500° vitórias na carreira na quadra rápida.

Apostando muito no saque e jogo de fundo de quadra, Berrettini conseguiu 14 aces na partida e cometeu apenas duas duplas faltas, mas acabou pecando em outros quesitos com 39 erros não forçados e apenas 15 pontos conquistados com o segundo saque. Outro ponto para a queda do italiano foram os break points, apenas um de duas oportunidades enquanto o espanhol teve 4/8.

Nadal em pouco mais de seis minutos de jogo conseguiu quebra o serviço de Berrettini com dois erros não forçados seguidos de esquerda do italiano para abrir 2 a 0 no primeiro set. No quinto game em 2:30 minutos, o espanhol abriu 4 a 1 com novo erro não forçado do rival de backhand.

Berrettini deu uma respirada no oitavo game, chegando a abrir 30 a 0 com o ace, mas Nadal empatou com uma bola vencera de direita, porém acabou cometendo dois erros não forçados seguidos e o game foi para o italiano, 3-5.

Com o serviço de volta, Nadal abriu rapidamente 40 a 0. Berrettini buscou o empate com um winner de direita, 40 a 40. O espanhol respondeu na mesma moeda e fechou o primeiro set com um backhand para fora do italiano, 6-3.

Nadal aumentou a intensidade no segundo set quebrando duas vezes Berrettini e depois confirmando o serviço para abrir 4 a 0 em 17 minutos de partida. O italiano descontou num 5° game rápido, mas nada que pudesse segurar o espanhol que chegou a 5 a 1 com uma direita para fora do adversário. Berrettini confirmou seu saque, mas Nadal fechou o set num game de 3:20 minutos com um outro erro do italiano de esquerda para fora, 6-2.

Berrettini teve que suar a camisa para abrir 2 a 1 no começo do terceiro set, com mais de cinco minutos e meio de game. O italiano chegou a abrir 40 a 15, mas permitiu o empate com um próprio erro não forçado de esquerda, entretando ele venceu o game com um winner de forehand. Os dois tenistas confirmaram seus serviços seguintes até o oitavo game, quando Berrettini abriu 40-0 e conseguiu a quebra com uma bola vencedora de direita, 5 a 3. Em pouco mais de um minuto, o italino fechou o terceiro set com uma direita para fora do espanhol, 6 a 3.

No último set, ambos confirmaram rapidamente seus serviços com games perfeitos ou cedendo um ponto para o adversário. No sétimo game, Nadal chegou a ficar atrás no 15-30, mas contou com um erro não forçado de direita do italiano e um ace para virar em 40-30. No ponto final, Berrettini mandou um forehand para fora e o espanhol abriu 4 a 3.

A quebra veio no game sequinte, Berrettini conseguiu salvar a primeira com um backhand forçado do espanhol. Mas na sequência, o italiano deu de presente dois erros não forçados de direita permitindo a Nadal abrir 5 a 3. Com o saque para fechar o jogo, Nadal cometeu logo de cara uma dupla falta, mas se recuperou rapidamente com um winner de backhand e dois erros na esquerda do italiano para abrir 40-15. O ponto da final veio num novo erro não forçado de Berrettini que mandou seu golpe de backhand para fora selando a vitória de Nadal por 6 a 3.

Futebol