PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Premier League não vai mais adotar o "Passaporte Covid" para acesso aos estádios

Esporte News Mundo (redacao@esportenewsmundo.com.br)

26/01/2022 17h38

O governo do Reino Unido confirmou uma flexibilização das medidas de contenção da Covid-19 nesta quarta-feira (26), e isso significou também uma mudança para os torcedores que desejam assistir jogos da Premier League. A partida da próxima rodada da competição, o “passaporte covid” não será mais exigido. Assim, os torcedores não precisarão mais apresentar exames negativos para acessar os estádios, mas seguirão com as medidas de prevenção.

A participação bem como a responsabilidade dos torcedores será fundamental neste momento para que as medidas de flexibilização possam seguir. Cada torcedor será responsável por seguir as medidas que já vinham sendo adotas, como o uso de máscaras, o distanciamento social e a higienização frequente das mãos. Além disso, o comunicado dos clubes da Premier League reforçou a importância da vacinação.

Siga o Esporte News Mundo no TwitterInstagram e Facebook

Mesmo que os exames negativos não sejam mais obrigatórios para acesso aos estádios, os torcedores foram orientados que, em caso de dúvidas, façam o teste para evitarem frequentar o espaço público com a possibilidade de transmissão do vírus. O presidente-executivo da Premier League, Richard Masters, falou sobre o assunto.

? Os torcedores demonstraram um apoio fantástico às medidas em vigor e agradecemos a eles por ajudar a manter uns aos outros seguros e os campos abertos em plena capacidade. Apesar do alívio das restrições do governo, todos ainda têm um papel a desempenhar para garantir que as pessoas se sintam seguras em nossas partidas. Nós e nossos clubes pedimos aos torcedores que continuem fazendo todo o possível para seguir as orientações de saúde pública para minimizar o risco de transmitir o Covid ? disse Richard Masters.

As mudanças com a flexibilização do governo também atingem diretamente os clubes, principalmente na questão do adiamento de jogos. A partir do final do ano passado, a Premier League passou a ter diversos jogos adiados pelos elevados número de casos de Covid-19 nos clubes.

A partir de agora, se um clube solicitar o adiamento de uma partida por insuficiência de jogadores devido à Covid, ele deverá ter um mínimo de quatro casos positivos em seu elenco. Essa é portanto uma atualização da última orientação, que foi aplicada em dezembro como resposta ao surgimento da variante Omicron.

Futebol