PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Diogo Giacomini relembra planejamento do América-MG, mas dispara contra arbitragem: 'Erros graves'

Esporte News Mundo (redacao@esportenewsmundo.com.br)

26/01/2022 11h06

O América-MG iniciou a sua campanha no Campeonato Mineiro de 2022 com uma derrota para a Caldense, por 2 a 1, em jogo realizado em Poços de Caldas. O resultado, no entanto, esteve dentro do esperado para o planejamento do auxiliar técnico do clube, Diogo Giacomini.

Giacomini afirmou que irá realizar um rodízio com os jogadores do elenco, inclusive utilizando alguns dos atletas que ficaram em Belo Horizonte com o técnico Marquinhos Santos para sessões de treinamento. No entanto, apesar das mudanças para o próximo jogo, a base vai ser mantida para dar rodagem a todos.

– O América vai manter o planejamento, ele foi idealizado antes do início da pré-temporada, a gente vai fazer um rodízio de jogadores nos primeiros jogos do Campeonato Mineiro, provavelmente, alguns atletas que ficaram em Belo Horizonte pisem no campo no domingo. Alguns outros descansam. A base do elenco vai ser mantida, para que a gente continue realizando a pré-temporada, dando espaço para esses jogadores se prepararem e terem semanas cheias de trabalho. Então, a tendência é o América manter o planejamento inicial.

Com a derrota, o clube quebrou uma invencibilidade na primeira rodada do Mineiro que já durava oito anos. A última vez que o América perdeu em sua partida de estreia na competição estadual aconteceu em 2013, quando foi derrotada para o Araxá por 2 a 1.

Um dos pontos mais discutidos após o fim da partida foi sobre a arbitragem. O América reclamou dos dois lances que resultaram em gols da Caldense. O primeiro, Eskilo, autor do gol, estava em posição de impedimento e o segundo o jogador da equipe adversária dominou com o braço, o que deveria ser invalidadao, segundo Giacomini.

– Foram dois gols irregulares, o primeiro foi impedimento, eu estava na linha do lance e eu consegui o jogador da Caldense adiantado. E o segundo lance na minha opinião foi um erro mais grave, o jogador puxa a bola com a mão e leva vantagem no lance, uma das coisas que a Fifa mais prega para a arbitragem que nenhum gol pode ser utilizado com a ajuda do braço ou da mão.

Giacomini seguiu com a reclamação dizendo que os erros cometidos foram graves e opinou achando a arbitragem confusa no jogo. No entanto, afirmou considerar Marco Aurélio Fazekas Ferreira um bom árbitro, mas que teve uma noite infeliz.

– Foi um lance claro, ele estava inteiro no lance vendo a jogada de frente e até agora não entendo a não infração do jogador da Caldense. Não viemos para lamentar da arbitragem, mas o Fazekas (árbitro do jogo), que eu considero um bom árbitro teve uma noite infeliz e fez uma arbitragem confusa nos cartões. Nos dois lances capitais eu considero erros graves, um pelo auxiliar e o outro pelo árbitro principal.

O América volta a campo neste domingo (30), às 19h, para fazer a sua estreia na temporada de 2022 como mandante. O jogo acontecerá no Estádio Independência contra o Democrata de Governador Valadares.

Para saber tudo sobre o América, siga o Esporte News Mundo no Twitter, Instagram e Facebook.

Futebol