PUBLICIDADE
Topo

Manchester United

Relação de Rangnick e CR7 está estremecida e jornal critica a dupla

O atacante Cristiano Ronaldo (Manchester United) reclama com o interino Ralf Rangnick após ser substituído no duelo contra o Brentfor pelo Campeonato Inglês. Londres. 19/01/2022 - IAN WALTON/REUTERS
O atacante Cristiano Ronaldo (Manchester United) reclama com o interino Ralf Rangnick após ser substituído no duelo contra o Brentfor pelo Campeonato Inglês. Londres. 19/01/2022 Imagem: IAN WALTON/REUTERS

Esporte News Mundo (redacao@esportenewsmundo.com.br)

21/01/2022 10h09

Na última quarta-feira (19), o Manchester United venceu o Brentford, fora de casa, pela Premier League, mas o resultado em campo ficou em segundo plano. Na ocasião, o técnico Ralf Rangnick resolveu tirar Cristiano Ronaldo de campo, o que deixou o português nitidamente irritado. Após o jogo, o treinador explicou o que havia acontecido e disse entender o posicionamento do craque. Nesta sexta-feira (21), o jornal inglês "The Sun" criticou os dois pela postura apresentada.

De acordo com a publicação, o episódio mostrou claramente que Rangnick não tem condições de ser mantido como treinador efetivo do Manchester United para a próxima temporada. Ainda com o jogo rolando, o alemão abandonou a área técnica e foi até Cristiano Ronaldo para explicar o motivo da substituição. Para o "The Sun", essa postura jamais viria de um treinador de ponta como Pep Guardiola ou Jurgen Klopp.

A atitude de Ralf Rangnick seria então uma demonstração de fraqueza e falta de noção de comando. Praticamente "abandonando" um jogo que estava acontecendo para explicar a um jogador o motivo da substituição. Principalmente após o atleta substituído ter saído de campo reclamando.

Sobre Cristiano Ronaldo, a publicação avaliou que o português se enxerga acima do grupo de jogadores do Manchester United. Ainda mais pelo fato de essa não ter sido a primeira vez que ele é substituído e demonstra claramente a sua insatisfação. No empate contra o Newcastle, o português saiu de campo direto para o vestiário, numa ação considerada desrespeitosa pela imprensa do Reino Unido.

Além das atitudes, Cristiano Ronaldo também já demonstrou a sua insatisfação em palavras. O português não está satisfeito com o rendimento do Manchester United e existe a intenção de sair. Em entrevista recente, o jogador afirmou querer disputar títulos e pediu mais atitude de seus companheiros de equipe.

"Não quero ser sexto, sétimo ou mesmo quinto. Estou aqui para vencer e competir. Não posso aceitar que nossa atitude esteja tão abaixo dos três primeiros da Premier League", disse Cristiano Ronaldo.

Por essas questões, os dias do português no Manchester United parecem estar contados e uma permanência para a próxima temporada não está garantida. Para o "The Sun", o português precisa entender o seu lugar na equipe para se manter no Manchester United, ainda mais com a chegada de um novo treinador. Uma mudança na gestão do elenco pode ser importante par ao Manchester United, mas Cristiano precisa entender o seu lugar e sem gerar conflitos.

Manchester United