PUBLICIDADE
Topo

Futebol

FIFA divulga novas regras de transferências por empréstimo

Esporte News Mundo (redacao@esportenewsmundo.com.br)

20/01/2022 13h14

A Fifa divulgou nesta quinta-feira (20), novas regras sobre transferências por empréstimo, para limitar o número de jogadores que um clube pode emprestar a outros. A organização máxima do futebol disse que elas irão valer a partir de julho de 2022, ao final da temporada europeia. A intenção é disciplinar o mercado e evitar que clubes com muito poder financeiro acumulem atletas mesmo sem ter a intenção de utilizá-los em seus times.

De acordo com a Fifa, os empréstimos não poderão durar mais do que um ano, está proibido o sub-empréstimo (um clube não poderá tomar um jogador emprestado e repassá-lo a outro) e nenhum clube pode ter mais do que três atletas emprestados para (ou de) um mesmo clube.

Siga o Esporte News Mundo no TwitterInstagram e Facebook

A mudança vem de um processo de reestruturação no esquema de transferências que está em vigor desde 2017, mas o que era para ser finalizada em 2020, a pandemia atrasou.

Entre as principais mudanças da Fifa estão: limite de oito jogadores para emprestar e receber, esse número diminui para sete em 2023 e para seis em 2024, quando se torna definitivo; limite de três jogadores emprestados ou recebidos entre os mesmos dois clubes; período mínimo de seis meses e máximo de um ano de duração do empréstimo.

+Saiba tudo sobre o Futebol Internacional clicando aqui

De acordo com o comunicado distribuído pela Fifa, as associações nacionais de futebol terão três anos para implementar essas regras em seus mercados internos. Porém, as medidas não valem para atletas de até 21 anos, ou aqueles que fizeram a categoria de base e se profissionalizaram pelo clube que tem contrato.

O mercado de transferências internacionais gerou em 2021 cerca de US$ 4,865 bilhões (R$ 27 bilhões), segundo relatório da Fifa. O Brasil é disparado o país que mais movimenta o mercado mundial: 1.749 transferências, entre saídas e chegadas.

Futebol