PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Juninho antecipa saída do Lyon e deve deixar o clube em janeiro, diz jornal

Esporte News Mundo (redacao@esportenewsmundo.com.br)

08/12/2021 13h29

Depois de anunciar publicamente que deixaria o Lyon ao final da atual temporada, o brasileiro Juninho Pernambucano, diretor de futebol do clube, deve sair em janeiro. A informação foi confirmada pelo jornal francês “L’Équipe”. Ao anunciar publicamente sua intenção de sair, Juninho forçou o presidente do clube, Jean Aulas, a tomar uma medida imediata.

A diretoria do Lyon até entendia que o brasileiro poderia permanecer no clube exercendo um outro cargo, mas o rompimento da relação se faz necessário no momento. Em novembro, Juninho havia concedido uma entrevista à imprensa francesa e afirmou sua vontade de deixar o clube. O brasileiro está no cargo de diretor de futebol desde a temporada 2019/20.

Siga o Esporte News Mundo no TwitterInstagram e Facebook

? Eu espero terminarmos a temporada bem, e no fim do ano, normalmente, acabar. Eu havia dito três temporadas. Pensarei com muito cuidado ao final da temporada. Mas na minha cabeça são três anos ? disse Juninho no período, completando sobre o árduo trabalho de um diretor de futebol.

? Para muitas pessoas, um diretor esportivo não faz muita coisa. Mas há uma enorme fadiga mental. Eu não quero ir além do limite. Não é uma ameaça, eu amo o clube, tenho muito respeito pelo presidente e pela instituição. Também dei muito ao Lyon e isso não pode ser esquecido ? completou Juninho na entrevista que concedeu em janeiro.

Com a iminente saída do brasileiro, será fundamental para o Lyon buscar um novo profissional. Por conta da abertura da janela de transferências, em janeiro, ter um novo diretor de futebol que possa trabalhar nas negociações do clube se faz fundamental. O Lyon tenta recuperar um pouco do seu protagonismo no futebol francês, além da classificação para a próxima edição da Liga dos Campeões.

Durante sua carreira de jogador de futebol, Juninho Pernambucano defendeu o Lyon por oito temporadas, tendo conquistado sete vezes o Campeonato Francês neste período. Além disso, o brasileiro garantiu seis vezes o título do Trophée des Champions, a supercopa francesa, além de uma vez a Copa da França.

Futebol