PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Maurício Souza pede desculpas por derrota no último jogo do Flamengo no Maracanã em 2021: 'Estão todos tristes'

Esporte News Mundo (redacao@esportenewsmundo.com.br)

07/12/2021 00h11

O Flamengo entrou em campo na noite desta segunda-feira para duelo com o Santos, válido pela 37ª rodada do Campeonato Brasileiro. A partida foi a despedida do Rubro-Negro do Maracanã nesta temporada. O jogo não foi como o esperado pela equipe da Gávea, que acabou perdendo por 1 a 0. O gol do Alvinegro Praiano foi marcado por Marcos Leonardo no segundo tempo. A torcida carioca se irritou e vaiou o time.

Siga o Esporte News Mundo no InstagramTwitterFacebook e Youtube.

Em entrevista coletiva, o técnico interino, Maurício Souza, se desculpou com os torcedores e disse que as vaias foram justas. O profissional concordou que o ano do Flamengo foi abaixo da expectativa, pois o clube não conseguiu conquistar títulos importantes como Copa do Brasil, Brasileirão e Libertadores da América.

– Sem dúvida que todos sabem que foi um ano abaixo da expectativa, porque o Flamengo sempre entra com o pensamento no título. A cobrança existe. Os jogadores se cobram. Ficamos na roda conversando depois do jogo, estão todos tristes. Pedimos desculpas para os torcedores que vieram, nos apoiaram e depois vaiaram, o que acho justo - disse.

O próximo compromisso do Flamengo, o último da temporada 2021, está marcado para quinta-feira (9), quando o time da Gávea enfrenta o Atlético Goianiense, às 21h30 (horário de Brasília), no Estádio Antônio Accioly, pela 38ª rodada do Brasileirão. O Rubro-Negro apenas cumpre tabela, pois não tem mais pretensões na competição e já tem o vice-campeonato assegurado.

+ Após derrota para o Santos, David Luiz faz cobrança visando 2022: 'Grupo precisa amadurecer e crescer'

+ Torcida do Benfica cria site para 'devolver' Jorge Jesus para o Flamengo

Confira outros tópicos da coletiva

Rodinei em vez de Kenedy na lateral

– Sem dúvida que pensamos na possibilidade do Kenedy. Todos sabem que não tivemos tempo para treinar. Não pudemos testar. Mas perdemos o Kenedy por causa de uma gripe. Ficou no banco, torcendo, mas não tínhamos a opção de colocar ele em campo.

Preparação física foi a vilã?

– Nesse momento apontar o dedo para um setor só é completamente injusto. Temos que rever o calendário. Se falarmos que o Flamengo jogou de três em três dias será desculpa, mas é a verdade. Temos que pensar no todo. Não fomos bem em todos os setores, e temos que pensar nisso. Não sou eu quem decide quem vai ficar ano que vem. Não acho certo apontar para um só setor.

Falta de entrosamento

– Sem dúvida que a falta de entrosamento prejudica. Na verdade não tivemos tempo para fazer quase nada. Jogamos e recuperamos. Foi um ano desgastante. Esse esboço não se sustenta. A falta de entrosamento prejudicou sim.

Everton Ribeiro

– Considero o Everton um jogador diferente. Acho que ele mesmo sabe que não fez o melhor ano dele. Mas se dedica, busca. A qualquer momento pode decidir. É um jogador que se cuida. O Everton é titular justamente porque merece. Vai muito além disso. Ele está se cobrando, como todos nós.

Legado para o próximo treinador

– Fica muito pouco. Vai chegar uma comissão nova. Os jogadores terão 30 dias para descansar. Não podemos cometer os mesmos erros. Torcemos para não termos um calendário que tivemos. Precisamos praticar para fazer um jogo mais limpo.

Matheus França

– Ele é um jogador diferente, com muita capacidade. Mais um que não conseguimos dar um treino. Ele está evoluindo, e com certeza o Flamengo vai saber aproveitar. Ele é diferente, mas precisa se adaptar a um novo tipo de jogo.

Futebol