PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Torcedor do Atlético-MG morre após emboscada de organizada do Cruzeiro; MPMG recomenda banimento

Esporte News Mundo (redacao@esportenewsmundo.com.br)

29/11/2021 19h28

Um torcedor do Atlético-MG faleceu após uma embocada em um ônibus, realizada na noite de domingo (28), pela maior torcida organizada do Cruzeiro. O Atlético repudiou o ataque, que teve cinco outras vítimas feridas.

+ Do choro de tristeza em 2005 ao de felicidade em 2021: o atleticano é quem mais merece comemorar um Brasileirão

O ataque, que foi executado com paus, pedras, pedaços de tijolo e rojões, ocorreu ao ônibus da linha 6350, na região do Barreiro, que rodava com torcedores atleticanos que voltavam do Mineirão após a vitória do alvinegro contra o Fluminense.

Seis suspeitos foram autuados em flagrante pelos crimes de associação criminosa, homicídio tentado e consumado. Eles fazem parte da Máfia Azul, principal torcida organizada cruzeirense, e atacaram o ônibus para acertarem torcedores da Galoucura, principal organizada atleticana.

No ônibus ainda haviam mulheres e crianças, que não faziam parte da organizada ou se quer da torcida atleticana. O Galo se solidarizou nas redes sociais.

No fim da tarde desta segunda (29), foi confirmada a morte de um dos torcedores que ficaram feridos no ataque. Ele fazia parte da organizada atleticana e foi o único a ter se ferido gravemente.

MINISTÉRIO PÚBLICO SUGERE BANIMENTO DA ORGANIZADA CELESTE

Por conta do ataque, o Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) recomendou que a Federação Mineira de Futebol (FMF) realize o banimento da torcida Máfia Azul de todos os estádios do Brasil nas partidas do Cruzeiro, durante seis meses. O banimento vale para vestimentas, faixas, bandeiras, instrumentos ou qualquer objeto que possa caracterizar a presença da torcida nos estádios nos dias de jogos, além dos torcedores com os objetos citados terem que ficar, no mínimo, a 5km dos estádios.

Futebol