PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Emocionado, Reinaldo vive dia inesquecível no Mineirão e afirma: 'Como rei do Galo, já libero o grito de bicampeão'

Esporte News Mundo (redacao@esportenewsmundo.com.br)

28/11/2021 21h11

A vitória do Atlético sobre o Fluminense por 2 a 1, de virada, no Mineirão, foi uma das mais emocionantes da história do clube. A torcida finalmente pode gritar que é bicampeã Brasileira – mesmo ainda não sendo oficial -, e no meio de todos, Reinaldo, ídolo do clube, virou o centro das atenções.

+ Cuca exalta sintonia com a torcida e comenta pênalti polêmico: 'No lugar do Fluminense, eu também estaria P da vida'

Reinaldo é considerado por muitos o maior ídolo e jogador da história do Atlético. No entanto, o Rei nunca conseguiu conquistar um título brasileiro, sendo vice em 1977 e em 1980. Agora, trabalhando como comentarista da TV do clube, foi flagrado muito emocionado e finalmente comemorando um título do Brasileirão.

– Eu vou embora. Já vou pra festa. Estou louco. Eu, como Rei do Galo, já decreto liberar o grito de bicampeão – disse o ex-atacante, emocionado, na transmissão da TV Galo.

A emoção de Reinaldo ao poder gritar que o Atlético finalmente é bicampeão Brasileiro – Foto: Reprodução / TV Galo

O Atlético pode oficializar o título na terça (30), caso o Flamengo não vença o Ceará, ou na quinta (02) se vencer o Bahia, fora de casa.

A emoção do Rei ainda tem mais um motivo: a comemoração do atacante Hulk no segundo gol atleticano, que fez o “punho cerrado”, gesto característico do ex-atacante atleticano. No fim do jogo, Reinaldo agradeceu ao atual camisa 7 do Galo.

UM POUCO SOBRE O REI DO GALO
Reinaldo foi revelado pelo Atlético e atuou no clube entre 1973 e 1985, realizando 475 jogos e marcando 255 gols, sendo o maior artilheiro da história do clube. A carreira do Rei foi marcada pelo encantamento que ele promovia dentro de campo, mas também por inúmeras lesões, que não o deixaram atingir seu máximo. Zico e o próprio Pelé disseram que ele poderia ser tão bom ou até melhor que o camisa 10 do Santos se não fossem as lesões. Reinaldo também ganhou destaque com a luta contra a ditadura brasileira.

Futebol