PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Éderson afirma que Fortaleza lutará para se classificar na Copa do Brasil: 'Com pensamento de desistir, a gente não está'

Esporte News Mundo (redacao@esportenewsmundo.com.br)

27/10/2021 12h35

Nessa última terça-feira (26), o volante Éderson, do Fortaleza, concedeu entrevista coletiva à imprensa e comentou sobre diversos assuntos, com destaque para a partida de volta das semifinais da Copa do Brasil diante do Atlético-MG, que ocorre nesta quarta-feira (27), às 21h30, na Arena Castelão.

+ LEIA MAIS | Vojvoda torna-se o técnico com mais vitórias pelo Fortaleza em uma edição de Série A

Primeiramente, Éderson afirmou que a torcida do Fortaleza, que estará presente em maior número (até 50% da capacidade do Castelão) no duelo diante do Galo, será um combustível e impulsionará o time leonino na partida:

– Com certeza é um combustível. É uma coisa que vai nos impulsionar, principalmente com a presença de mais torcedores. A gente sabe que é um jogo difícil, então, toda ajuda que a gente tiver, será sempre bem-vinda. Com certeza, vamos nos dedicar ao máximo dentro de campo e tentaremos buscar os resultados que nós precisamos. O apoio da torcida nos impulsiona mais.

Em seguida, Éderson revelou quais são os pensamentos e possíveis táticas do elenco do Fortaleza para tentar reverter a desvantagem diante do Atlético-MG nas semifinais da Copa do Brasil:

– A gente sabe que é um jogo difícil. Mais do que o primeiro, pois a gente tem a diferença de gols. É ter muita concentração. Temos que nos concentrar mais que na primeira partida. A gente vai buscar. Nós não pensamos em fazer cinco gols. Nós vamos tentar fazer um, se conseguir, fazer outro e, também, defender. No último jogo, acho que foi o que mais pecamos, pois tomamos quatro gols. Temos que focar em defender bem e atacar com efetividade. Temos que nos concentrar mais do que na primeira partida para conseguir um resultado que seja positivo para a gente. Concentrar, também, para ter forças para lutar, pois será um jogo de muita garra e luta.

+ Para saber tudo do Fortaleza, siga o Esporte News Mundo no TwitterInstagramFacebookYouTube!

Logo após, o volante comentou, também, sobre a experiência de ter atuado como zagueiro na vitória do Fortaleza diante da equipe do Athletico-PR, avaliando que se adaptou com facilidade e que atuará aonde precisar:

– Fui, aos poucos, tentando me adaptar. Acho que foi uma posição mais tranquila do que eu estou acostumado. Jogo no meio-campo, onde tem o maior número de jogadores. Fazendo a primeira linha de saída, acho que foi um pouco mais tranquilo, pois pude sempre ver o jogo de frente. Claro que tive dificuldades. Precisava prestar atenção em fechar um pouco mais rápido, se havia alguém passando. Mas são só detalhes e acho que consegui pegar muito rápido no decorrer da partida. Me adaptei bem e estou aí para ajudar, principalmente com os desfalques que estamos tendo agora. O que eu puder fazer, estou aí.

Por fim, Éderson negou qualquer pensamento precoce de desistência do Fortaleza, ressaltando que a equipe lutará pela classificação até o fim, mesmo com a considerável desvantagem perante ao Atlético-MG:

– Acho que depende de cada um. Tem pessoas que têm mentalidade de não se entregar pelo resultado e outras que preferem e gostam de lutar. A gente se dedica todo jogo da mesma forma e sempre quer buscar a vitória. Claro que a gente teve esse tropeço e tomamos quatro gols, o que ainda não tinha acontecido com a gente. Ficamos meio abatidos, mas, depois, tivemos o sentimento de querer lutar e querer jogar, principalmente para representar nossa torcida e nossa casa. Todos do grupo, incluindo o Vojvoda, não tem esse sentimento de desistir. Ele sempre troca uns ou outros jogadores, mas sempre com a mesma intenção de ganhar. Todos estão pensando da mesma forma. Com o pensamento de desistir, a gente não está.

Futebol