PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Léo Chú revela vontade de retornar ao Ceará e fala sobre passagem no alvinegro: 'Nunca me senti tão amado'

Esporte News Mundo (redacao@esportenewsmundo.com.br)

22/10/2021 08h00

Destaque do Ceará na temporada 2020, o atacante Léo Chú, que atualmente defende o Seattle Sounders, dos Estados Unidos, revelou gratidão ao clube alvinegro, em entrevista ao Podcast FutCast, do jornal O Povo.

? O sentimento pelo Ceará é de gratidão. Não tem o que falar desse clube. Sensação que nunca pensei que sentiria. Quando você chega a um novo clube, e sempre joguei no Grêmio, não imaginei que sairia com esse carinho todo pelo clube, pelas pessoas que estão lá dentro. Lembro que teve um jogo do Ceará contra o Grêmio, já estava no Grêmio. E voltei lá (Arena Castelão), entrei naquele vestiário, vi as pessoas, todo mundo me abraçando, brincando comigo. Nunca me senti tão amado, abraçado pelas pessoas do clube, presidente, diretoria. Foi algo incrível ? disse o atacante.

+ Siga o Esporte News Mundo no Twitter, Instagram e Facebook.

Em 22 jogos disputados pelo Ceará na Série A 2020, Léo Chú marcou três gols e deu seis assistências, sendo ao lado de Lima, o segundo jogador com mais participações diretas em tentos no time. Os dois ficaram atrás apenas do meia Vina.

Com boas atuações, Léo Chú logo entrou nas graças da torcida alvinegra. Na sequência da entrevista, o ex-jogador do Vozão comentou sobre o retorno do torcedor do Ceará ao estádio, e que gostaria de ter atuado na equipe com público nas arquibancadas.

? Infelizmente não vi aquele Castelão lotado. Eu até conversei com o Saulo (Mineiro). ‘Pô, irmão, está começando a ter torcida lá. Ia ser fera pra caramba ter jogado com aquela torcida, fazendo dancinha’. Ainda quero voltar a jogar pelo Ceará ? afirmou.

Formado nas categorias do Grêmio, Léo Chú retornou ao clube gaúcho após sua passagem pelo Ceará. Depois, foi negociado com o Seattle Sounders nesta temporada. Nos Estados Unidos, o atleta marcou um gol e deu uma assistência, até o momento.

Mesmo à distância, Léo Chú ainda confessou que realizou a assinatura de um pacote de pay-per-view para assistir aos jogos do Ceará.

? Vejo todos os jogos. Com os jogadores falo direto no Instagram. É uma coisa que mexe comigo, de lembrar do dia a dia. Lembrava das coisas que acontecia. Era tão bom isso, as resenhas. O grupo de 2020/21 era sensacional. Foi bom demais ter vivido isso.

+ LEIA MAIS| Ceará vence o Grêmio e larga com vantagem na decisão do Brasileirão de Aspirantes

Por fim, o atleta de 21 anos contou mais sobre a experiência de ter jogado no Alvinegro de Porangabuçu e a parceria com Saulo Mineiro.

? Sou um cara muito carismático. Desde que cheguei ao Ceará, me senti em casa, parecia que eu estava há mil anos morando no Nordeste. Comecei a gostar das músicas e interagir com a torcida. Algo muito incrível. Hoje em dia, tenho um carinho enorme pelo Nordeste. O Saulo Mineiro chegou em um momento, que é muito louco essas amizades que começam do nada e se tornam tudo. É um cara que amo demais e sempre conversamos ? finalizou.

Futebol