PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Em um jogo marcado por reviravoltas, Ponte perde para o Náutico diante de sua torcida; veja as notas

Esporte News Mundo (redacao@esportenewsmundo.com.br)

17/10/2021 08h30

Ponte Preta e Náutico se enfrentaram no último sábado (16), no Estádio Moisés Lucarelli, em partida válida pela 30ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. Em uma partida movimentada e marcada por reviravoltas, a Macaca não foi capaz de garantir a felicidade dos pouco mais de 2.700 adeptos que compareceram ao Majestoso e acumulou um revés por 3×2. Diante da derrota, a equipe agora se encontra na 16ª colocação, com 34 pontos.

Para saber de tudo da PONTE PRETA, siga o Esporte News Mundo no TwitterFacebook e Instagram.

PRIMEIRO TEMPO

A primeira etapa se iniciou de forma agitada, já indicando aos espectadores o roteiro que o duelo adotaria ao longo dos 90 minutos. Quem tomou a iniciativa foi o clube pernambucano, que finalizou pela primeira vez com perigo aos 19 minutos, através dos pés de Djavan; logo em seguida, a equipe também assustou o goleiro Ivan ao carimbar o travessão a partir de uma cabeçada de Rafael Ribeiro. As finalizações, porém, de nada serviram para desanimar a Ponte Preta, que se mostrou capaz de reagir instantaneamente ao inaugurar o placar aos 32′, com Marcos Júnior, que anotou seu primeiro tento com a camisa da Macaca.

Contrariando as expectativas, a vantagem adquirida pelo clube campineiro somente inflamou o Timbu. Ao aumentar o volume ofensivo, os visitantes logo anotaram seu gol inaugural, que surgiu aos 39 minutos a partir de uma falha de André Luiz, que possibilitou Caio Dantas a sair cara a cara com o arqueiro alvinegro e, com uma cavadinha, igualar o placar. A perda da vantagem, porém, logo foi revertida mais uma vez pela Macaca, que não se intimidou pelo ímpeto ofensivo do adversário e, aos 44 minutos, viu Rodrigão aproveitar uma falha do goleiro Anderson para estufar a meta pernambucana.

SEGUNDO TEMPO

Embalado pelo gol anotado em seu retorno á equipe titular, Rodrigão deu o pontapé inicial à segunda etapa já oferecendo perigo ao Náutico. Logo nos primeiros segundos, o centro avante por pouco não acertou um chute rasteiro para ampliar a vantagem dos donos da casa. Mediante à pressão pontepretana, o clube pernambucano ofereceu uma resposta imediata quando, aos cinco minutos, foi capaz de deixar o placar em tom de igualdade através de Murillo, que também se encontrou frente a frente com Ivan para colocar a bola no fundo da rede.

Longe de diminuir seu volume de jogo, a equipe visitante não deu descanso à zaga alvinegra. Buscando o gol que desequilibraria o placar ao seu favor, o Náutico acumulou boas chances após o tento de empate; a partir de tanta insistência, o gol que arrasaria os torcedores presentes no Majestoso veio aos 21 minutos por cortesia de Rafael Ribeiro, que, ao contrário do lance na primeira etapa, acertou sua cabeçada no alvo. Mesmo demonstrando certo poder de reação e ímpeto para igualar o placar, a Ponte Preta não foi capaz de converter os lances criados nos minutos finais – muito por conta do goleiro Anderson – e, assim, o fim de sua invencibilidade dentro de casa foi decretado.

NOTAS

Ivan: 6

Kevin: 6,5

Fábio Sanches: 6

Rayan: 6,5

Rafael Santos: 7

André Luiz: 6

Marcos Júnior: 7

Léo Naldi: 6,5

Richard: 6

Moisés: 7

Rodrigão: 7

SUBSTITUIÇÕES

Camilo: 6,5

Iago: 6,5

Yago: 6,5

Matheus Anjos: 6,5

Futebol