PUBLICIDADE
Topo

Futebol

América-MG é apenas o 10° melhor mandante do Brasileirão

Esporte News Mundo (redacao@esportenewsmundo.com.br)

16/10/2021 15h30

Diante do Bahia, neste sábado (16), na Arena Independência, o América-MG buscará se reabilitar da derrota sofrida no sul do país. O revés por 3 a 1 contra o Internacional marcou a última partida de Vagner Mancini á frente da equipe americana. Ainda assim, será o 14° compromisso do Coelho em casa neste Brasileirão.

+ América-MG e Bahia se reencontrarão em momentos opostos

Até então, o time alviverde disputou 13 partidas em Belo Horizonte pelo Campeonato Brasileiro. Foram cinco vitórias, além de empatar e perder por quatro momentos. Reencontrando o tricolor baiano, o América vive um momento distinto ao que se encontrava no primeiro turno. Hoje, fora do rebaixamento, a equipe mineira terá um novo desafio pela frente: se adaptar ao novo estilo de jogo do substituto de Vagner Mancini, ex-técnico do clube.

Para saber tudo sobre o América-MG, siga o Esporte News Mundo no Twitter, Instagram e Facebook.

Contudo, em seus domínios, o América superou Santos, Fluminense, Ceará, Athletico-PR e Palmeiras. Além disso, empatou contra Cuiabá, Juventude, Internacional e Flamengo. Por fim, foi derrotado por Corinthians, Atlético-MG, Sport e RB Bragantino.

Mourão Panda/América

A expectativa é que o time mandante reencontre o caminho das vitórias em um jogo muito importante. Apenas quatro pontos separam o 12° colocado América para o Bahia, que hoje ocupa a 17ª posição na tabela do torneio.

+ América-MG e Bahia terá arbitragem tocantinense

A SITUAÇÃO DO ATACANTE BERRÍO

Anunciado há pouco mais de três meses, o colombiano Berrío ainda não atingiu sua melhor forma física para atuar com regularidade pelo América. Há mais de noventa dias em Belo Horizonte, o atacante entrou em campo em apenas duas oportunidades. A expectativa do torcedor americano era que o experiente atleta pudesse ser mais presente e regular vestindo a camisa alviverde.

Alexandre Vidal/Flamengo

Orlando Berrío participou das vitórias que iniciaram a arrancada do América - a mesma que permitiu o clube alcançar oito partidas consecutivas sem que fosse derrotado. Diante de Ceará e Athletico-PR, nos triunfos por 2 a 0, o atacante deixou o banco de reservas na reta final da partida, somando em média 14 minutos por jogo.

Futebol