PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Multicampeão pelo Palmeiras, ex-volante Amaral acredita em classificação: "Empate com gols"

Esporte News Mundo (redacao@esportenewsmundo.com.br)

28/09/2021 19h41

O ex-volante do Palmeiras, Amaral, analisou as chances do Verdão passar pelo Atlético-MG e chegar a mais uma final de Libertadores da América. Em conversa com o Esporte News Mundo, ele disse acreditar em uma classificação alviverde nesta noite no Mineirão, mas devido a um empate com gols.

“É um jogo difícil, mas o Palmeiras briga por uma bola né. Se fizer um gol, o Atlético tem de fazer dois. O resultado de zero a zero aqui (em São Paulo) foi bom pro time.” Sobre um palpite para o duelo decisivo, não ficou em cima do muro, e disse acreditar em uma festa palmeirense no Mineirão: “Eu acredito que esse jogo aí vai ser empate, mas com gols. Aí, classifica o Palmeiras”

Hoje com 48 anos, o ex-atleta destacou a força mental que a equipe de Abel Ferreira terá de ter para enfrentar não só o Atlético, mas também a torcida adversária. O Verdão não joga contra um adversário com torcida desde 14 de março de 2020. Ou seja, há mais de um ano e seis meses os jogadores não sabem o que é isso. Somente na final da Libertadores passada, em 30 de janeiro, houve alguns torcedores, mas, neste caso, havia de ambos os times.

“Acho que os jogadores devem estar ansiosos, porque eles só estão jogando com “playback” né, com ronco de torcida. Eu, por exemplo, se estivesse jogando hoje no Palmeiras, tendo um adversário forte como o Atlético, ainda mais com a torcida, que é muito forte também, eu iria me dobrar, ficaria atento”, completou.

+Palmeiras terá pequena torcida nesta terça no Mineirão; Entenda

Alexandre da Silva Mariano, sempre mais conhecido como Amaral, nasceu em Capivari, no interior de São Paulo, começando na base do Verdão. Atuou no clube até 1996, conquistando três Campeonatos Paulista (1993, 1994 e 1996), dois Campeonatos Brasileiro (1993 e 1994) e o Torneio Rio São Paulo de 1993.

Com todo o destaque obtido, foi vendido para o Benfica (POR), em 1996. Retornou ao Palmeiras em 1997, onde fez sua última partida em 30 de novembro, em vitória por 3 a 1 sobre o próprio Atlético-MG, adversário desta noite. Aí, passou por vários times, tendo destaque principalmente no arquirrival Corinthians, no Vasco, Besiktas (TUR) e na Fiorentina (ITA). Chegou a jogar pelo Galo mineiro, em 2005, numa passagem discreta.

Para saber tudo sobre o Palmeiras, siga o Esporte News Mundo no TwitterFacebook e Instagram.

Amaral encerrou a carreira em 2015, atuando pelo time de sua cidade natal, o Capivariano. Também jogou pela seleção brasileira entre 1995 e 1996, tendo ganhado a medalha de bronze nas Olimpíadas de Atlanta-1996. Foram 244 partidas pelo Verdão, com um gol marcado.

Futebol