PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Do brilho dos 'crias' ao 'Vovô' e passando pela torcida: Vasco de Diniz tem noite para celebrar em São Januário

Esporte News Mundo (redacao@esportenewsmundo.com.br)

28/09/2021 08h00

Boas atuações individuais, coletivo funcionando, brilho dos crias da base e do ‘vovô’ Nenê, apoio da torcida nas arquibancadas e, principalmente, a vitória. O Vasco teve uma noite praticamente perfeita no triunfo por 2 a 0 sobre o Goiás, na última segunda-feira, em São Januário. O atual momento do clube e a posição na tabela ainda impossibilitam chamar qualquer coisa de “perfeita”, mas o torcedor que foi ao estádio ou viu pela televisão deve ter ficado esperançoso e querendo esta noite como exemplo para as próximas.

Isso ficou claro na avaliação do técnico Fernando Diniz após a partida. O treinador afirmou que foi a melhor partida do time sob o seu comando – o que pode não ser tão significativo se observarmos que foram apenas quatro jogos até o momento, mas aumenta o sarrafo para os próximos confrontos até o final da Série B.

E parte importante nesse “melhor jogo”, segundo o próprio Diniz, veio da arquibancada. Foram apenas pouco mais de 3100 torcedores em São Januário. Mas o suficiente para criar o típico clima de jogo na Colina Histórica. E esse clima, ou essa “química”, fez a diferença, de acordo com o treinador

– É uma torcida que tem um comportamento muito diferente das outras. Parecia que tinha 30, 40 mil. O time rendeu um tanto a mais por causa da presença do torcedor. Quando cria essa química, as coisas acontecem de uma maneira muito diferente. Foi o que aconteceu hoje – afirmou Diniz.

Mas, é claro, a torcida não coloca a bola na rede. Para isso, o Vasco contou com um time bem armado e objetivo, que criou oportunidades, principalmente no primeiro tempo, e pouco viu seu goleiro sofrer.

+ Riquelme chora e homenageia avô, vítima da Covid-19, após vitória do Vasco: 'Momento difícil'

+ Gabriel Pec comemora gol contra o Goiás e decreta: 'O Vasco vai subir'

Individualmente, é possível destacar diversos jogadores, a começar pelos crias Riquelme, que deu assistência do primeiro gol, marcado por Morato, e Gabriel Pec, que voltou a fazer gols pelo Vasco. Mas também o ‘vovô’ Nenê e Marquinhos Gabriel, que tiveram boas atuações e comandaram o meio do Vasco, com a boa cobertura de Bruno Gomes. A zaga ainda sofreu um pouco pelo alto, mas teve boa atuação no geral, com destaque para Ricardo Graça.

A situação da equipe na tabela de classificação ainda é complicada. Mas torcedor pode celebrar a noite da última segunda-feira. E o clube, Diniz e os jogadores podem lembrar para tentar repetir. A torcida merece.

Siga o Esporte News Mundo no TwitterInstagram e Facebook.

Futebol