PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Crespo comenta situação de Eder e Benítez: 'Pensamentos individuais não vão agregar ao grupo'

Esporte News Mundo (redacao@esportenewsmundo.com.br)

26/09/2021 00h31

Neste sábado (25), o São Paulo não saiu do zero diante do Atlético-MG, no Morumbi, pela 22ª rodada do Brasileirão. Na entrevista coletiva após o empate, o técnico Hernán Crespo comentou a situação envolvendo Eder e Benítez, que não entraram na partida.

O São Paulo acumulou o segundo empate seguido sem gols no Brasileirão. Na competição, é o quinto empate por zero a zero. Entretanto, a equipe de Crespo fez partida sólida defensivamente e conseguiu parar o ataque do Atlético-MG, segundo melhor do torneio.

FALA, CRESPO!

Sobre a atuação, Hernán Crespo exaltou o adversário, afirmando enfrentar “a melhor equipe do brasil”. Além disso, enalteceu também a postura defensiva do São Paulo na partida:

– Jogamos, talvez, contra o melhor time da temporada. Nunca é fácil jogar contra o Atlético Mineiro. Fomos bem, independente do tipo de marcação. Não existe formula magica para defender. Faltou um pouco na fase ofensiva, mas não devemos esquecer que enfrentamos o Atlético.

O técnico também foi perguntado sobre uma conversa interna após o empate diante do América-MG, no meio da semana. Na oportunidade, suspostamente o técnico teria sido cobrado para realizar mudanças na equipe.

Na resposta, Crespo disse estar disposto a ‘aprender’:

– Futebol é dinâmico. Estou aqui em um futebol tão difícil e competitivo, como é o brasileiro. Tenho disposição para aprender. Tenho que escutar e aprender. Estou fazendo um curso difícil, jogando a cada três dias, com viagem, pouco descanso. Para mim é a primeira vez.

EDER E BENÍTEZ

Benítez e Eder sequer entraram nos últimos dois jogos do São Paulo
Benítez e Eder sequer entraram nos últimos dois jogos do São Paulo. Foto: Rubens Chiri/sãopaulofc.net

Especulações apontaram um possível pedido de rescisão feito por Eder para a diretoria são-paulina durante a última semana. O jogador estaria insatisfeito com as poucas oportunidades e tentaria buscar o fim do vínculo amigavelmente com o clube.

O atacante jogou apenas 45 minutos nos últimos cinco jogos, sendo que sequer pisou no gramado em quatro deles. O meia Benítez vive situação parecida e também não entrou nas últimas duas partidas do Tricolor.

Sobre a situação dos atletas, Crespo desviou sobre as especulações que apontavam a rescisão e insatisfação. Segundo o treinador, ‘não aconteceu nada’:

“Se alguém pensa que tem mais direito de jogar pelo nome que tem aqui, está equivocado. Primeiro o São Paulo e juntos tentar classificar para Libertadores. De resto, pensamentos individuais não vão agregar ao grupo. Neste caso (Eder e Benítez), não aconteceu nada, mas a filosofia é essa”

Hernán Crespo, sobre as situações de Eder e Benítez.

O comandante são-paulino ainda falou sobre as mudanças na equipe e que, muitas vezes, nem todos vão atuar. Ele ainda completa, dizendo que é normal a insatisfação dos atletas que não jogam:

– Essa temporada, muitas vezes falamos sobre poupar ou dar continuidade. O time que estava jogando estava bem, não precisava de mudanças. Não entrar na partida é normal, somos 38 profissionais, vão jogar 11 e entrar cinco, talvez. O resto vai estar insatisfeito, é normal. Haverá insatisfeitos, mas a primeira coisa é o São Paulo.

Welington foi um dos destaques do São Paulo no empate com o Galo
Welington foi um dos destaques do São Paulo no empate com o Galo. Foto: Rubens Chiri/sãopaulofc.net

O lateral Welington também participou da coletiva e fez um balanço sobre a sua primeira temporada no profissional do São Paulo:

– Meu primeiro ano está sendo excelente, evoluindo e com ajuda dos companheiros fica mais fácil. Sempre busco evoluir, nos treinos, mesmo quando não tinha oportunidades.

Diante do Atlético-MG, o lateral acertou todos os dribles que tentou, além de ter vencido sete de dez disputas de bola. A boa atuação deve colocá-lo novamente como titular, na vaga de Reinaldo, que não vive boa fase.

Sobre a competição na vaga do lado esquerdo, Welington ressaltou a amizade com Reinaldo, mas apontou que ”agarra todas as oportunidades” que recebe:

– Acho que a disputa entre mim e Reinaldo é saudável, inclusive, somos bastante amigos. Respeito ele, mas sempre que tenho a oportunidade procuro agarra-la. Dou sempre o meu melhor.

Futebol