PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Pressionado, Koeman lê nota em coletiva sobre reconstrução do Barcelona e não responde perguntas

Esporte News Mundo (redacao@esportenewsmundo.com.br)

22/09/2021 12h54

A situação de Ronald Koeman no Barcelona parece estar caminhando para um fim. O treinador, que está pressionado por desavenças com o presidente Joan Laporta, realizou um ato marcante antes do duelo contra o Cadíz, pela LaLiga. Em entrevista coletiva nesta quarta, 22, o holandês não respondeu perguntas dos jornalistas e resumiu em um pronunciamento através de uma nota.

O treinador chegou na coletiva e ao invés das tradicionais perguntas de jornalistas, um dos assessores do Barcelona anunciou que a sessão não teria perguntas. Por cerca de três minutos, Koeman leu a nota pedindo paciência pelo processo de renovação do clube e “nos momentos difíceis”. Com uma situação financeira grave, o clube teve que se readequar com os salários do elenco e ainda perdeu muitos jogadores importantes como Lionel Messi.

Sobre a utilização de jovens, Koeman destacou a importância da renovação que vem praticando no clube. Além disso, o treinador pediu paciência com a base, colocou que uma boa posição na liga neste momento é considerado um êxito e ainda afirmou ter respaldo da diretoria neste momento.

Siga o Esporte News Mundo no TwitterFacebook e Instagram.

Confira na íntegra a nota lida por Ronald Koeman:

O clube está comigo em uma situação de reconstrução. A situação financeira do clube está ligada ao desempenho desportivo e vice-versa. Isso significa que nós, como equipe, temos de reconstruir o time de futebol sem sermos capazes de fazer grandes investimentos financeiros. Isso leva tempo.

Os jovens talentos de hoje podem ser estrelas mundiais em alguns anos. O bom da reconstrução da equipe é que os jovens terão oportunidades, como já tiveram Xavi e Iniesta. Mas é preciso paciência. Além disso, uma boa posição na liga seria um considerado um êxito.

O futebol europeu é uma boa escola para esses grandes talentos. Na Champions League não se pode esperar milagres. A derrota contra o Bayern de Munique na semana passada deve ser encarada dessa perspectiva. O processo em que nos encontramos com o time merece ser incondicionalmente respaldado, com palavras e gestos. Apoiar a política técnica e o processo que estamos realizando.

Sei que a imprensa reconhece este processo, não é a primeira vez na história do Barcelona que isto acontece. Contamos com o apoio de vocês em tempos difíceis. Nós, como comissão técnica e jogadores, estamos muito, muito felizes com o grande apoio dos torcedores, como o que tivemos no jogo em casa contra o Granada. Visca el Barça!

Futebol