PUBLICIDADE
Topo

Futebol

No 'aquecimento' para a final do Brasileirão Feminino, Corinthians e Palmeiras empatam pelo Paulistão

Esporte News Mundo (redacao@esportenewsmundo.com.br)

22/09/2021 22h17

Quatro dias antes de se enfrentaram no segundo jogo das finais do Brasileirão Feminino 2021, Corinthians e Palmeiras mediram forças, na tarde desta quarta-feira (22), no Allianz Parque, pela 6ª rodada da fase classificatória do Paulistão e ficaram no empate em 1 a 1.

Os técnicos Arthur Elias, pelo lado do Timão, e Ricardo Belli, pelo lado alviverde, preservaram algumas de suas atletas para a decisão do campeonato nacional e mandaram a campo escalações bastante modificadas comparando com as 22 titulares do Dérbi paulista válido pelo primeiro jogo das finais do Brasileirão.

O Verdão foi escalado da seguinte forma: Taty Amaro; Tainara, Bruna Calderan e Camilinha; Julia Bianchi, Duda Santos, Rafa Andrade e Ottilia; Maria Alves, Chú e Carol Baiana. Já o Alvinegro paulista entrou no gramado do Allianz Parque com: Kemelli, Katiuscia, Giovanna Campiollo, Pardal e Juliete; Diany, Gabi Zanotti, Gabi Portilho e Bianca Gomes; Jheniffer e Adriana.

Para saber mais sobre o Corinthians e Palmeiras, siga o Esporte News Mundo no TwitterInstagram e Facebook.

Os 90 minutos

Depois de um início equilibrado e estudado pelas duas equipes, as palestrinas abriram o placar aos 16 minutos a partir de uma falha adversária. Após jogada pelo lado direito e levantamento na área feito por Chú, a bola passou sobre a goleira corinthiana Kemelli e Giovanna Campiolo acabou colocando contra o próprio patrimônio.

Após o gol, o jogo ficou morno, sem grandes oportunidades para Kemelli e Taty Amaro trabalharem. O acontecimento de maior importância até o final da primeira etapa acabou sendo protagonizado por Chú, que sentiu uma lesão no joelho e foi substituída por Duda Santos.

Na volta dos times dos vestiários, Ricardo Belli, com a vantagem no placar, decidiu modificar o esquema tático do Palmeiras promovendo a entrada da zagueira Thais no lugar da meia Ottilia. A substituição acabou chamando o Timão para o campo do Alviverde, o que fez o Corinthians crescer no jogo e começar a criar chances de empatar o jogo.

A superioridade se transformou em mudança no placar aos 30 minutos da segunda etapa. Em jogada individual de Gabi Zanotti pelo lado esquerdo, a camisa 10 encontrou Adriana sem marcação dentro da pequena área palestrina. A atacante, em dois toques, teve o trabalho de apenas empurrar a bola para as redes.

Adriana, autora do gol corinthiano, também deve ser titular na decisão do Brasileirão Feminino – Foto: Marco Galvão/Agência Corinthians

Após o gol, o jogo passou a ficar mais truncado no meio-campo, com poucas ações ofensivas das duas equipes.

O último ato do Dérbi acabou sendo mais uma lesão de uma jogadora do Verdão. Após sofrer um carrinho de Gabi Zanotti ? que fez a meia receber o segundo cartão amarelo e ser expulsa ?, Duda Santos teve que ser retirada de campo com auxílio da maca e foi substituída por Manuela.

Já fora do campo, a meia foi às lágrimas se queixando de muitas dores no joelho. Ela e Chú ainda serão avaliadas pelo Departamento Médico do Palmeiras para saber a gravidade de suas lesões e se as atletas correm risco de ficar de fora da decisão no domingo (26).

Com o resultado, o Corinthians acabou perdendo o 100% de aproveitamento no Paulistão Feminino, mas manteve a liderança, com 16 pontos em seis rodadas. Já o Palmeiras assumiu a 3ª posição, chegando aos 13 pontos.

Na próxima rodada, o time de Ricardo Belli visita o RB Bragantino, em Jarinu, na quarta-feira, dia 29, às 15h (horário de Brasília). No mesmo dia, porém, um pouco mais tarde, às 19h (horário de Brasília), as jogadoras comandadas por Arthur Elias recebem o Pinda SC, no estádio da Fazendinha.

Futebol