PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Juiz espanhol dá ultimato à presidente da Uefa em caso da Superliga

A Superliga segue sendo assunto polêmico na Europa - SOPA Images/SOPA Images/LightRocket via Gett
A Superliga segue sendo assunto polêmico na Europa Imagem: SOPA Images/SOPA Images/LightRocket via Gett

Esporte News Mundo (redacao@esportenewsmundo.com.br)

21/09/2021 07h00

Em ordem judicial, o juiz Manuel Ruiz de Lara deu à Uefa o prazo de cinco dias para arquivar as sanções e processos disciplinares abertos contra os clubes do projeto da Superliga Europeia. Caso contrário, um mandato de prisão por desobediência deve ser emitido para o presidente da instituição, Aleksander Ceferin.

Entre os clubes ameaçados pelas punições da Uefa, dois são espanhóis: Barcelona e Real Madrid. O outro clube é a italiana Juventus . A decisão do magistrado tem validade em todo território regido pela União Europeia e com acordos judiciais com a mesma.

A ordem relata que a Uefa precisa oficializar, por meio de seu site, os procedimentos de anulação das sanções contra os três times envolvidos no imbróglio. A nota ainda diz que a ação da federação possui um caráter monopolista contrário à livre concorrência no mercado do futebol.

Esta não é a primeira vez que o nome de Manuel de Lara aparece relacionado ao conflito entre Superliga e Uefa. Em abril deste ano, uma resolução do mesmo juiz proibiu Fifa e Uefa de retaliarem os clubes envolvidos no projeto da Superliga.

Esporte